Mais dados confirmam queda de vendas da Apple e Samsung e crescimento da Huawei
Créditos: Huawei

Mais dados confirmam queda de vendas da Apple e Samsung e crescimento da Huawei

Empresa da maçã enviou 23% menos iPhones em comparação com o mesmo período de 2018

[Atualização 03/05/2019]

Além da Canalys, dados preliminares do Worldwide Quarterly Mobile Phone Tracker da International Data Corporation (IDC) mostram volumes de embarques do mercado de smartphones global abaixo de 6,6% em relação a 2018. Esse seria o sexto trimestre consecutivo de declínio.

O mercado dos Estados Unidos foi o que mais sentiu a queda no primeiro trimestre de 2019 (1T19). O volume de smartphones caiu 15% ano a ano, com as taxas de reposição desacelerando em um dos maiores mercados do mundo.

"Os consumidores continuam a manter seus telefones por mais tempo do que antes, já que os modelos mais caros oferecem pouco incentivo para desembolsar mais dinheiro. Além disso, a chegada dos aparelhos 5G pode fazer os consumidores esperarem até que as redes e os aparelhos estejam prontos em 2020. "

 - Anthony Scarsella, gerente de pesquisa do Worldwide Quarterly Mobile Phone Tracker da IDC.

Com relação aos dados das empresas, a IDC tem números um pouco diferentes, mas não muda o resultado geral: a Samsung ainda como líder do mercado, seguida pela Huawei, que passou a Apple e assumiu a segunda colocação em market share.

Segundo a IDC, a Vivo voltou ao top 5 do mercado de smartphones, empatando tecnicamente com a OPPO para a posição número 5. Além da Huawei, a Vivo foi o único outro fornecedor no topo do mercado que conseguiu aumentar os embarques no 1T19, com um aumento de 24,0% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. 

[Original]

As vendas de smartphones de algumas das principais fabricantes do mercado, como Apple e Samsung, estão em queda, enquanto aperta a concorrência da gigante chinesa Huawei. De acordo com a firma especializada em análise de mercado Canalys, a fabricante norte-americana apresentou uma queda de 23% nos envios no primeiro trimestre de 2019, em comparação com o mesmo período do ano passado.

29/04/2019 às 09:25
Notícia

Samsung Galxy Note 10 Pro virá com bateria de 4500mAh, indica...

Segundo rumores, o celular virá com bateria de 4500mAh, mais do que o Galaxy Note 9

A Samsung também passa por um problema parecido, porém de maneira mais branda. A fabricante sul-coreana continua a líder absoluta do mercado, mas vendeu 10% menos smartphones do que no trimestre equivalente de 2018. No total, foram cerca de 71,5 milhões de dispositivos da Samsung enviados aos lojistas contra 40,2 milhões da Apple.

Site oficial: Huawei P30 Pro

"Essa é a maior queda num único trimestre na história do iPhone. O segundo maior mercado da Apple, a China, mais uma vez se provou duro. Mas esse está longe de ser o único problema da empresa. Os envios [aos lojistas] nos caíram nos Estados Unidos conforme as iniciativas de trocar smartphones velhos [na compra de novos] falharam na tentativa de compensar ciclos de atualização mais longos dos consumidores".
- Ben Stanton, analista da Canalys

No meio dessa briga de cachorros grandes está a Huawei, que apresentou um crescimento de 50,2% nos primeiros três meses de 2019, em comparação com o primeiro trimestre do ano passado. No total, foram 59,1 milhões de smartphones enviados aos lojistas neste ano, contra 39,3 milhões em 2018. Isso significa que a fabricante chinesa passou de 11,7% de fatia de mercado para 18,8%, ultrapassando a Apple no processo.

Isso significa que o mercado agora se configura com a Samsung na liderança, com 22,8% do mercado e a Apple em terceiro com 12,8% dos smartphones vendidos. A Xiaomi aparece em quarto lugar, com uma fatia de 8,9% (27,8 milhões), seguida de perto pela Oppo com 8,7% (27,3 milhões).

"Em mercados como a Europa, a Apple está usando descontos com frequência para aumentar a demanda, mas isso está causando complexidade adicional para os distribuidores, e borrando o a proposta de valor desses dispositivos premium aos olhos dos consumidores".
- Ben Stanton, analista da Canalys

A Xiaomi teve queda de 1,3% nos envios aos lojistas, enquanto a Oppo apresentou 6,4% de crescimento. As vendas das outras marcas somaram um total de 88 milhões de unidades, o que representa 28% do mercado. No total, a categoria de smartphones apresentou uma queda global de 6,8% nas vendas.

Via: 9to5 Mac
Só 1% dos estadunidenses acha a entrada para fones de ouvido no celular realmente importante

Só 1% dos estadunidenses acha a entrada para fones de ouvido no celular realmente importante

A maior parte se preocupa com preço, especificações e sistema operacional - confira a pesquisa!


Dicionário Aurélio ganha novas versões digitais para smartphones e desktops

Dicionário Aurélio ganha novas versões digitais para smartphones e desktops

O aplicativo pode ser usado em diversas plataformas e conta com variedades de recursos offiline


A Apple pode trazer carregamento rápido com padrão USB-C na caixa dos iPhones 11 [RUMOR]

A Apple pode trazer carregamento rápido com padrão USB-C na caixa dos iPhones 11 [RUMOR]

O iPhone 11 pode ser o primeiro smartphone da empresa com suporte a carregamento rápido


Samsung cortará produção de telas LCD para focar no desenvolvimento dos displays QD-OLED

Samsung cortará produção de telas LCD para focar no desenvolvimento dos displays QD-OLED

Segundo o CEO da Samsung Display, Lee Dong-hoon, a empresa deverá lançar em breve seus primeiros dispositivos com esse novo tipo de painel


GeForce Now, plataforma de streaming de games da Nvidia, vai chegar aos celulares Android

GeForce Now, plataforma de streaming de games da Nvidia, vai chegar aos celulares Android

A expansão vai acontecer até o final do ano e contará com aparelhos high-end da Samsung e LG