A LG vai suspender a produção de smartphones em sua fábrica na Coréia do Sul

A LG vai suspender a produção de smartphones em sua fábrica na Coréia do Sul

A fábrica era responsável pela produção de 10 a 20% dos aparelhos da empresa

A LG não está emplacando sucesso de vendas no mercado mobile há algum tempo, isso está fazendo com que os administradores da empresa tomem algumas atitudes para reduzir os custos de produção. A Reuters publicou que a última decisão da empresa foi suspender a fabricação dos smartphones no país de origem da fabricante, a Coréia do Sul, transferindo para uma fábrica já existente no Vietnã.

A fonte da informação é uma agência de notícias da Coréia do Sul, a Yonhap News Agency, que relatou a decisão da empresa em suspender a produção para corte de gastos, até o momento a LG não se pronunciou em suas redes sociais sobre a informação. A fábrica que vai encerrar as atividades mobile era voltada para a fabricação dos smartphones topo de linha, e era responsável por cerca de 10 a 20% dos aparelhos produzidos. 

A fábrica no Vietnã já existia e tinha o foco voltado para os aparelhos intermediários da empresa, apenas o fluxo de produção vai ser alterado e possivelmente novos funcionários vão ser contratados para se adequar ao aumento de fabricação dos produtos. O objetivo é diminuir o custo da produção dos aparelhos para que o ramo mobile volte a dar lucros, isso não quer dizer necessariamente que o custo final que irá chegar para o consumidor vai ser alterado.

Segundo o Yonhap News Agency, o setor mobile da empresa está registrando prejuízos desde o segundo trimestre de 2017. As vendas anuais alcançaram 1,7 trilhão de won ( moeda da Coréia do Sul, cerca de US$1,5 bilhão, na atual cotação) em 2018, mas tiveram um déficit operacional de 322,2 bilhões de won devido às fracas vendas de smartphones e ao aumento com os custos do investimento em marketing.

As linhas dos smartphones da LG atualmente são: G que são os topo de linha, Q considerados intermediários premium, K que são os intermediário e a linha V que são os aparelhos de entrada da empresa. O preço alto dos smartphones já era algo que estava sendo discutido desde 2017 no lançamento do G6, você pode conferir na análise abaixo:

Os baixos lucros que a LG está tendo com a venda de seus smartphones não é uma notícia nova, a empresa vem tentando se manter no mercado competindo com outras marcas grandes, como Samsung. Com o crescimento acelerado das fabricantes chinesas, que estão comercializando smartphones com foco no custo benefício, e as empresas maiores oferecendo grandes inovações, a LG acaba ficando no meio dos dois segmentos e não alcança grande destaque no mercado, mesmo sendo uma empresa respeitada.

Via: Reuters, GSM Arena, xda-developers Fonte: Yonhap News Agency
User img

Ana Luiza Pedroso

Huawei P40 pode ter 5 câmeras, mas sem sensor de 108 MP [Rumor]

Huawei P40 pode ter 5 câmeras, mas sem sensor de 108 MP [Rumor]

Empresa deve adotar solução da Sony, além das tradicionais lentes Leica


Possíveis modos de vídeo do Galaxy 11 aparecem em vazamento, inclusive um modo PRO

Possíveis modos de vídeo do Galaxy 11 aparecem em vazamento, inclusive um modo PRO

Rumores indicam para o lançamento da nova geração no dia 18 de fevereiro


DxOMark: Câmera principal do Motorola One Zoom é boa, secundárias deixam a desejar

DxOMark: Câmera principal do Motorola One Zoom é boa, secundárias deixam a desejar

Aparelho se saiu bem nos testes para o seu segmento, mas não tem qualidade surpreendente


Xiaomi vende mais Smart TVs que LG, Sony e Samsung na Índia

Xiaomi vende mais Smart TVs que LG, Sony e Samsung na Índia

Empresa tem 33% do mercado e segue fazendo investimentos


Fabricante de câmeras para celular alerta para escassez de módulos intermediários e de entrada

Fabricante de câmeras para celular alerta para escassez de módulos intermediários e de entrada

Indústria está tendo dificuldade para suprir a alta da demanda no segmento mais acessível