Game of Thrones: HBO Go volta a falhar e alimenta pirataria da série
Créditos: CNET/HBO

Game of Thrones: HBO Go volta a falhar e alimenta pirataria da série

A distribuição ilegal dos episódios ajuda a disseminar malwares, aponta a Kaspersky

O seriado Game of Thones chegou em sua última temporada e todo domingo, às 22h, uma legião de espectadores se mobilizam para ver a série na televisão ou internet, mas a opção oficial para assistir a produção online, o HBO Go, tem decepcionado muitos usuários. O serviço que custa R$ 34,90 mensais e traz o episódio simultaneamente com a exibição na televisão tem apresentado falhas durante a exibição do blockbuster de zumbis e dragões.

Assim como na semana passada, quando a oitava temporada estreou, muitos usuários do HBO Go foram ao Twitter reclamar da instabilidade da plataforma de streaming durante o horário de exibição de Game of Thrones, tanto no Brasil quanto lá fora.

Imagem: Cinepop

Segundo mostram relatos coletados pelo Cinepop, a maioria das reclamações mostra que o serviço apresenta instabilidades justamente quando a série está para começar, indicando que os servidores da HBO não estão preparados para o tráfego acima do normal gerado pela popular série.

O caso fica ainda mais grave quando levamos em consideração que muitas pessoas assinam a plataforma para assistir a série e o custo mensal de utilização é de R$ 34,90, mais do que os planos padrões de serviços de streaming concorrentes, como Netflix e Amazon Prime Video.

Incentivo à pirataria

Por causa da grande procura por Game of Thrones e a ausência de um serviço funcional para a exibição da série na internet, a série continua gerando grandes números na pirataria e acaba oferecendo perigos para internautas descuidados.

De acordo com um relatório feito pela empresa de análise MUSO e compartilhado pelo Engadget, o primeiro episódio da oitava temporada, exibido na semana passada, foi visto ilegalmente por 55 milhões de pessoas em apenas 24 horas. Para se ter uma ideia do tamanho desse número, a audiência do capítulo de estreia nos canais oficiais da HBO foi de 17,4 milhões de pessoas nos Estados Unidos, um recorde para a produção. 

O primeiro episódio foi visto 55 milhões de vezes ilegalmente em um dia

Ainda não temos dados relacionados aos downloads piratas do episódio de ontem, 21, mas o capítulo vazou na internet antes mesmo da exibição oficial nos canais da HBO, o que deve ter alimentado ainda mais a procura ilegal.

Além de ser prejudicial para a HBO, a popularidade do seriado aliada à crescente presença nos sites de pirataria acaba transformando Game of Thrones em uma isca para a disseminação de malwares. Segundo um relatório da Kaspersky Lab, a produção foi responsável por 17% de todo o conteúdo pirata infectado no mundo durante o ano passado, fazendo cerca de 20.934 vítimas.

Com seis episódios no total, a oitava temporada de Game of Thrones está sendo exibida aos domingos, às 22h, nos canais da HBO e também no serviço de streaming HBO Go. 

Continua após a publicidade
Via: Variety, Cinepop, Engadget
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.