Cientistas detectam molécula no espaço do mesmo tipo da primeira formada após o Big Bang
Créditos: Live Science

Cientistas detectam molécula no espaço do mesmo tipo da primeira formada após o Big Bang

Íon hidro-hélio era teorizado há anos como a primeira molécula e enfim foi encontrado

Cientistas alemães do Instituto Max Planck de Radioastronomia, em Bonn, conseguiram detectar, pela primeira vez na história, íons de hidro-hélio (HeH+) no espaço. Essa descoberta é especialmente importante porque há anos se teoriza de que essa teria sido a primeira molécula a se formar no universo, depois do Big Bang. Agora, pela primeira vez, o íon foi encontrado em seu "estado natural", ou seja, no espaço.

A possibilidade da existência desse tipo de íon já estava provada desde 1925, quando cientistas conseguiram criar o composto em laboratório. Mas rastreá-lo no espaço era especialmente importante para provar a formação espontânea da "primeira molécula". Um dos principais impedimentos para a detecção do íon até agora foi a falta de avanço na tecnologia. Rolf Güsten, líder da equipe que fez a descoberta, afirmou que "simplesmente não havia detectores até agora" para conseguir o feito.

"Tivemos por um longo tempo em nossa agenda a busca de íons de hidreto de hélio. Claro, algo tão significativo quanto a primeira molécula do universo desperta a ambição científica. A falta de uma prova definitiva de sua existência no espaço interestelar vinha sendo um dilema para a astronomia há muito tempo."

As medições foram possibilitadas por um Boeing 747 que foi convertido num observatório voador. A molécula foi detectada numa nebulosa a mais de 3.000 anos-luz daqui.

11/04/2019 às 12:58
Notícia

Katie Bouman é a principal responsável pela primeira imagem d...

A cientista de 29 anos desenvolveu o algoritmo que captou a primeira imagem de um buraco negro

Este é o segundo grande marco da ciência a ser noticiado num curto espaço de apenas uma semana. Na última quarta-feira, dia 10 de abril, cientistas divulgaram a primeira imagem já conseguida de um buraco negro. Essa outra divulgação também serviu como confirmação de uma teoria de anos atrás, no caso, de Albert Einstein, que se provou bastante próximo da realidade nas projeções que fazia baseando-se apenas no pensamento há aproximadamente 100 anos.

Fonte: DW
User img

João Gabriel Nogueira

Mancha vermelha de Júpiter é um furacão de centenas de anos, que está encolhendo

Mancha vermelha de Júpiter é um furacão de centenas de anos, que está encolhendo

Imensa mancha do tamanho da Terra apareceu com grande destaque em foto recente


Nasa usa campo de lava na Islândia para fazer simulação do solo de Marte

Nasa usa campo de lava na Islândia para fazer simulação do solo de Marte

Cientistas tiveram treinamento com Rover em Lambahraun, na base da segunda maior geleira do país


Especialista avalia que a Terra será acertada por asteroide, mas não fala quando

Especialista avalia que a Terra será acertada por asteroide, mas não fala quando

Executiva da B612 Foundation estima chance de 100% de sermos atingidos por corpo celeste


OpenSignal testa velocidade de download, upload e latência da 4G em diferentes smartphones

OpenSignal testa velocidade de download, upload e latência da 4G em diferentes smartphones

A pesquisa usou aparelhos de alto, médio e baixo nível das marcas Samsung, Apple e Huawei


Um buraco negro do tamanho do nosso sistema solar acaba de ser descoberto

Um buraco negro do tamanho do nosso sistema solar acaba de ser descoberto

O corpo celeste tem 40 bilhões de vezes a massa do nosso sol