Intel decide sair do mercado de modems 5G para smartphones e vai focar em infraestrutura
Créditos: Engadget

Intel decide sair do mercado de modems 5G para smartphones e vai focar em infraestrutura

O anúncio foi feito logo após a Qualcomm e a Apple firmar acordo judicial

A Intel decidiu suspender a fabricação de modems 5G para smartphones. O anúncio foi publicado oficialmente no site Intel Newsroom e a justificativa foi que a empresa decidiu focar em "concluir uma avaliação das oportunidades para modems 4G e 5G em PCs, aparelhos Internet das coisas e outros dispositivos centrados em dados". Essa publicação aconteceu momentos depois da Apple e da Qualcomm firmarem acordo judicial que retomou a "paz" entre as empresas.

16/04/2019 às 23:19
Notícia

Apple e Qualcomm fecham acordo e colocam fim em guerra judicial

O embate de dois anos terminou, e possivelmente todo mundo vai sair ganhando

A Qualcomm foi a primeira empresa a disponibilizar modems 5G, que já estão no mercado disponíveis para as fabricantes de smartphones interessadas. A Apple estava fora do mercado 5G porque estava em briga judicial devido a Qualcomm querer cobrar uma taxa de patente da marca de seus chipsets. Desde então, a desenvolvedora dos iPhones estava equipando os seus últimos aparelhos com chips desenvolvidos pela Intel. Para entender o começo do processo, clique neste link.

A Intel estava desenvolvendo modems 5G para mobile, os rumores indicavam que algum iPhone de 2020 seria equipado com 5G com os novos chips da própria Intel. Mesmo assim, o timing estava sendo perdido pois alguns aparelhos Android já estão no mercado com a opção 5G, enquanto a Intel ainda não tinha apresentado uma solução pronta para esse tipo de modem, e enquanto isso, a empresa da maçã estava "ficando para trás". 

A Apple desenvolveu a solução de encerrar a "guerra judicial" que estava sendo traçada, o que beneficiou ambas as empresas. Com essa decisão tomada, a Intel perde um grande cliente, o que fez com que o investimento no desenvolvimento da tecnologia seja repensado. 

A Intel publicou que parar a fabricação para smartphones 5G não quer dizer que a tecnologia não vai mais ser desenvolvida, apenas o foco vai mudar e vai ser voltado para PCs. Segundo a publicação da empresa, ela vai continuar a atender aos atuais compromissos com os clientes mobile, disponibilizando a tecnologia 4G e não pretende lançar 5G para smartphones em 2020.

Via: TechPowerUp, GSM Arena Fonte: Intel Newsroom
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.