Com impressora 3D, cientistas imprimem o primeiro coração a partir de células de um paciente

Com impressora 3D, cientistas imprimem o primeiro coração a partir de células de um paciente

O órgão impresso é do tamanho de uma cereja e foi uma experiência científica

Cientistas israelenses conseguiram imprimir o que alegam ser o primeiro coração com vasos sanguíneos, ventrículos e repleto de células. A pesquisa é dirigida por Tal Dvir na Universidade de Tel Aviv e recentemente publicaram suas conclusões com o feito na revista científica Advanced Science.

Segundo conta o The Jerusalem Post, doenças do coração são as principais causas de mortes entre homens e mulheres nos Estados Unidos. Em Israel os problemas cardíacos só perdem para o câncer. O transplante de coração é muitas vezes a única alternativa para pacientes em estágios finais de falhas no coração e tem sido muito muito utilizada, mas infelizmente há uma lista de espera muito grande, muitos dos pacientes acabam morrendo esperando pelo transplante.

Outros cientistas já conseguiram imprimir um coração em tecidos semelhantes, mas esse é o primeiro feito a partir de nossas células e é o mais semelhante até agora. Esse método permite que o órgão seja impresso utilizando as células do próprio paciente. Apesar de o teste ter sido feito em um tamanho reduzido, os cientistas por trás desse experimento garantem que é possível imprimir um do tamanho de um ser humano adulto.

Apesar disso, os cientistas acreditam que ainda há um longo caminho pela frente até conseguirem utilizar um coração impresso em um transplante. Segundo eles, é preciso ensinar esse coração a se comportar como o de um humano. Quando se sentirem confiantes, os primeiros transplantes devem acontecer com animais e em seguida em sere humanos. Eles esperam que daqui a 10 anos isso seja comum nos hospitais ao redor do mundo.

Mas a impressão 3D não está apenas na ciência, essa é uma tendência que está se espalhando para diferentes áreas, pela arquitetura e até mesmo na engenharia já utilizam o método.

Continua após a publicidade

Nesse vídeo comento algumas dessas aplicações e também compartilho a minha experiência.

Fonte: JPost

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.