Elon Musk salvando o mundo? Nasa e SpaceX fazem parceria para desviar rota de asteroide
Créditos: CNBC

Elon Musk salvando o mundo? Nasa e SpaceX fazem parceria para desviar rota de asteroide

O objetivo do programa de testes é evitar que objetos espaciais colidam com a Terra

Apesar de ser conhecido pelas suas excentricidades e confiança na hora de anunciar produtos para suas empresas, o executivo Elon Musk pode acabar salvando o mundo futuramente. A Nasa anunciou na última quinta-feira uma parceria com a SpaceX para a realização de um teste que pretende desviar a rota de um asteroide.

Chamada de Double Asteroid Redirection Test (DART), a missão visa mostrar que é possível alterar a direção de objetos espaciais que possam entrar na órbita da Terra e colidir com o nosso planeta. A ideia é lançar uma nave espacial em alta velocidade em direção ao corpo celeste e desviar sua rota com o impacto cinético gerado pela batida. 

25/04/2019 às 14:41
Artigo

Além da Tesla: Conheça as outras empresas de Elon Musk

Bilionário excêntrico diz passar 90% de seu tempo trabalhando na SpaceX e Tesla

De acordo com a Nasa, a operação vai custar cerca de US$ 69 milhões, incluindo os custos do míssil e lançamento espacial. O lançamento da DART está planejada para junho de 2021, de acordo com o site da Nasa, e vai acontecer com um foguete Falcon 9, produzido pela SpaceX.

O foguete vai utilizar um sistema de propulsão solar e só deve encontrar com sua primeira "vítima" em outubro de 2022, segundo os cálculos da Nasa. O objetivo da missão é desviar a rota do asteroide Didymos ("gêmeo" em grego), que passará a cerca de 11 milhões de quilômetros de distância da Terra, com um impacto de seis quilômetros por segundo.


Imagem: BBC

Continua depois da publicidade

Para se ter uma ideia do tamanho da viagem, a Lua fica a apenas 384.400 km da Terra, ou seja, o asteroide não estará perigosamente próximo do planeta. Ainda assim, a técnica de deflexão tem como objetivo afastar o corpo celeste para garantir que ele não vai entrar na nossa órbita futuramente.

A relação entre a Nasa e a SpaceX está se expandindo e, ainda nesta semana, a agência espacial dos Estados Unidos também parabenizou a empresa de Elon Musk por ter feito o lançamento bem sucedido do foguete Falcon Heavy. Como sempre, o empresário agradeceu o apoio publicamente no Twitter.

Continua depois da publicidade

A SpaceX virou referência no mercado espacial por causa de seus foguetes reutilizáveis: a companhia constantemente consegue recuperar os propulsores utilizados em seus lançamentos, o que acaba gerando uma grande economia nos custos operacionais. Como as missões de desvios de asteroide envolvem uma colisão em alta velocidade, com certeza algumas peças serão perdidas, mas esse é um preço que vale a pena ser pago para garantir a segurança da humanidade no futuro.

Via: Engadget Fonte: Nasa
NASA alerta que asteroide de 55 milhões de toneladas passará perto da Terra

NASA alerta que asteroide de 55 milhões de toneladas passará perto da Terra

No caso improvável do corpo cósmico colidir com nosso planeta, impacto seria equivalente a 150.000 bombas de Hiroshima


Estudantes do IFSC levam projeto sobre filtração de água para conferência na NASA

Estudantes do IFSC levam projeto sobre filtração de água para conferência na NASA

O estudo pesquisa a importância da gravidade no processo de filtração em filtros de barro


SpaceX perde contato com três dos 60 satélites da Starlink

SpaceX perde contato com três dos 60 satélites da Starlink

Expectativa é que os dispositivos sejam destruídos na atmosfera da Terra


SpaceX planeja fazer o primeiro lançamento comercial do Starship em 2021

SpaceX planeja fazer o primeiro lançamento comercial do Starship em 2021

A nave poderia ser usada para transportar até 1000 pessoas entre pontos da Terra


NASA vai usar drone com energia nuclear para explorar lua de Saturno atrás de vida

NASA vai usar drone com energia nuclear para explorar lua de Saturno atrás de vida

Lua Titã tem condições parecidas com as da Terra há 4 bilhões de anos