Nem só de smartphone vive a Xiaomi! Empresa lançou 44 produtos em 3 meses

Nem só de smartphone vive a Xiaomi! Empresa lançou 44 produtos em 3 meses

Ela ficou conhecida aqui pela venda de aparelhos móveis, mas tem uma estratégia focada em internet das coisas

A Xiaomi não é uma empresa de smartphones, na verdade ela se define como uma empresa de produtos tecnológicos, voltados à internet das coisas. Mas não dá pra negar que os aparelhos móveis dela chamam muita atenção e foram responsáveis por um grande crescimento da empresa nesses poucos anos de existência.

Análise: Xiaomi Mi Band 3 [+update]

Um número que mostra bem a estratégia da empresa, e que ela não vive apenas de smartphones, é o fato de ela ter lançado 44 produtos gadgets em 3 meses.

Contando com suas diversas submarcas, a Mijia como uma das principais em IOT, a empresa vende de tudo, panela elétrica, lavadoura de roupas, despertador, pulseira inteligente, fechadura com leitor de digitais, liquidificador, purificador de ar, e a lista vai longe.

Recentemente, publicamos um artigo contando a história da Xiaomi e aproveitamos para explicar como a companhia chinesa consegue seu lucro. Para resumir, a empresa tenta vender seus smartphones sem uma faixa de lucro alta, pagando pouco mais que o custo de fabricação das peças e arrecada dinheiro através de sua interface construída em cima do sistema operacional Android, a MIUI.

Conheça a história da Xiaomi!
De startup a gigante dos smartphones baratos

Assim ela consegue fazer com que um número alto de pessoas tenham seus smartphones e consegue lucrar exibindo anúncios nos sistemas. E por que investir em aparelhos tecnológicos diversos? O vice-presidente Wang Xiang explicou a ideia por trás da expansão da Xiaomi.

"Comprar um smartphone ou uma Smart TV é algo que ocorre com pouca frequência. Quantas vezes você precisa voltar à loja? Mas e se você também precisar de um fone de alto-falante Bluetooth e uma panela de arroz inteligente, ou o purificador mais barato e popular da China e cada um desses produtos não só serem de excelente desempenho mas também com preços menores que outros em sua categoria? Nosso ecossistema até dá aos nossos consumidores alguns novos produtos que eles nem sabiam que existiam. Então eles continuam voltando para a loja para ver o que temos de novo."
Wang Xiang, vice-presidente da Xiaomi

A ideia da empresa, segundo o executivo, é conquistar um grande números de pessoas por diversos produtos tecnológicos diferentes. Essa estratégia se baseia muito no crescimento da tendência das casas conectadas, na automação residencial.

Por isso vemos sempre uma tentativa da empresa em criar um ecossistema próprio, você pode conectar todos os seus dispositivos através do aplicativo Mi Home, o que torna conveniente continuar comprando produtos inteligentes somente da Xiaomi e continuar com ela.

28/05/2019 às 09:35
Artigo

Conheça a história da Xiaomi! De startup a gigante dos smartp...

A empresa quer se consolidar com dispositivos de internet das coisas e já anunciou sua vinda ao Brasil

Segundo o Gizmochina, no ano passado os relatórios de finanças da Xiaomi apontaram que o maior lucro da empresa vieram de assinaturas de serviços de internet e anúncios. Também comenta que o mercado de smartphones está em declínio, o que torna essa estratégia de diversificação ainda mais importante.

Neste artigo, também comento o plano de negócio da companhia de investir em startups promissoras da China para lançar produtos excelentes que resolvem problemas principalmente dos chineses e consegue vender muitos produtos com preços agressivos. Foi assim que ela conseguiu emplacar um purificador de ar, hoje o mais vendido da China.

Via: Gizmochina
Vídeo de hands-on mostra design do iPhone 11 Pro nas mãos de usuário [Rumor]

Vídeo de hands-on mostra design do iPhone 11 Pro nas mãos de usuário [Rumor]

Finalmente temos a primeira visualização de como ficará o novo smartphone da Apple no mundo real


YouTuber brasileiro vaza versão beta do Android 10 com a interface One UI 2.0 da Samsung

YouTuber brasileiro vaza versão beta do Android 10 com a interface One UI 2.0 da Samsung

A versão do sistema está mais rápida, com mudanças na barra de ferramentas e sistema de gestos


Samsung lança Style S51, notebook flexível com tela sensível ao toque

Samsung lança Style S51, notebook flexível com tela sensível ao toque

O dispositivo promete atender com alto desempenho quem executa trabalhos criativos


Veja o quanto o Samsung Galaxy Note10+ 5G aguenta em testes de durabilidade

Veja o quanto o Samsung Galaxy Note10+ 5G aguenta em testes de durabilidade

O smartphone topo de linha da Samsung passou pelos testes do canal JerryRigEverything


Redmi Note 8 Pro terá resfriamento líquido e câmera de 64MP

Redmi Note 8 Pro terá resfriamento líquido e câmera de 64MP

Aparelho também será o primeiro a trazer o sensor ISOCELL Bright GW1 da Samsung