Disney vai lançar o streaming Disney+ em novembro de 2019 por US$6,99 ao mês
Créditos: Disney

Disney vai lançar o streaming Disney+ em novembro de 2019 por US$6,99 ao mês

O serviço vai ter conteúdos exclusivos da Disney, Marvel, Pixar e National Geographic

A Disney anunciou oficialmente alguns detalhes sobre o seu serviço de streaming, O Disney+ que vai ser lançado em novembro de 2019 nos EUA. A empresa divulgou a lista de conteúdos que a plataforma vai conter e também revelou alguns planos para o futuro.

Todos os conteúdos Disney+ vão poder ser baixados para que o usuário consiga ver offline, recurso que a Netflix começou a disponibilizar, mas não para todos os títulos. Os vídeos vão rodar em 4K e HDR. A Disney publicou a novidade também em seu Twitter confirmando a data,  que a plataforma vai ser lançada nos EUA para o dia 12 de novembro.

Aparentemente a interface do streaming vai estar separada por tipos de conteúdo, com alguns destaques acima e recomendados para você logo abaixo e também os vídeos que você está assistindo. Vai ter uma aba para os títulos da Disney, outra para a Pixar, para a Marvel, Star Wars e National Geographic, assim você vai navegar em segmentos específicos. A imagem abaixo mostra como vai ser:

Quando o usuário decidir qual aba ele quer explorar vai abrir outra lista de catálogos mostrando também alguns títulos indicados para você e todos os outros conteúdos que a Disney está disponibilizando. Alguns filmes ou séries vão continuar em destaque na parte de cima da tela e quando clicar em um conteúdo algumas informações gerais vão aparecer, como: sinopse, elenco, tempo de duração, etc.

Foi divulgado que alguns conteúdos vão ser disponibilizados com exclusividade para o streaming, como Capitã Marvel. Ao todo, é esperado mais de 5.000 episódios de conteúdo e 100 filmes do Disney Channel para o lançamento do Disney+.

Os conteúdos vão ser adicionados ao longo do tempo, mas para quem assinar o streaming logo no primeiro dia, vai ter no catálogo algumas séries e filmes exclusivos, pelo menos nos EUA. Alguns exemplos são:

Marvel:
Falcão e Soldado Invernal
WandaVision
Marvel’s What If… ? (primeira série animada da Marvel Studios)

Walt Disney Animation Studios:
Bastidores de Frozen 2, (série documental que mostra o processo de criação da animação)

Pixar:
Projetos com Toy Story Forky,
uma curta série de animação (que ainda não foi divulgada qual será)
Curta metragem "Vida da Lâmpada"

National Geographic:
The World According to Jeff Goldblum (série documental sobre ciência)
Magic of the Animal Kingdom (série documental com especialistas em higiene animal, veterinários e biólogos do Disney's Animal Kingdom e do aquário Epcot SeaBase)

Disney Channel:
Phineas e Ferb o Filme

Muitos outros conteúdos produzidos especialmente para o Disney+ também vão estar disponíveis, mas pode ser que não estejam prontos para o lançamento. Como por exemplo o filme Noelle, que vai ser estrelado por Anna Kendrick, e também uma versão live-action de A Dama e o Vagabundo, que vai ter em seu elenco: Tessa Thompson, Justin Theroux, Sam Elliott e Janelle Monae. Também está confirmado que novos episódios de Os Simpsons que também vão ser lançados diretamente no serviço.

14/03/2019 às 14:41
Notícia

Netflix aumenta o preço de suas mensalidades no Brasil, confi...

O básico, com tela única e sem HD, passou de R$19,90 para R$21,90

A Disney publicou que o conteúdo vai ter suporte para diversas plataformas, como apps para smartphones, tablets, Smart TVs, console de vídeo games e outros, o objetivo é que o acesso seja fácil. O investimento que a Disney está fazendo na plataforma é alto, cerca de um bilhão de dólares, e a empresa não espera retorno de lucros em até quatro anos, o que indica que é pouco provável que o valor pago pelo consumidor aumente neste período, já que a plataforma irá concorrer com outros streamings como Netflix e Amazon Prime Video.

O lançamento mundial da plataforma tem planejamento para que aconteça em até dois anos, chegando nas principais regiões da América do Norte, Europa, Ásia-Pacífico e América Latina. Os conteúdos vão estar disponíveis dia 12 de novembro de 2019 por US$6,99 por mês, ou US$69,99 por ano, para os EUA. Para ver a publicação original da Disney, você pode acessar este link.

Via: Engadget, Engadget (2) Fonte: Disney
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Netflix conversa com ator de Deadpool para novo live-action baseado em game

Netflix conversa com ator de Deadpool para novo live-action baseado em game

Nova adaptação será do arcade Dragon's Lair dos anos 80


Netflix reduz qualidade de streaming de vídeos no Brasil

Netflix reduz qualidade de streaming de vídeos no Brasil

Medida visa evitar a sobrecarga da rede


Netflix explica como está reduzindo sua qualidade de streaming

Netflix explica como está reduzindo sua qualidade de streaming

Empresa mantém as mesmas opções de resolução, mas vídeos têm bitrate reduzido


Depois de Netflix e YouTube, Apple e Amazon Prime reduzem qualidade de streaming na Europa

Depois de Netflix e YouTube, Apple e Amazon Prime reduzem qualidade de streaming na Europa

Redução deve ajudar a reduzir o risco de sobrecarga da rede


Confira uma lista de filmes com temática apocalíptica e de fim do mundo

Confira uma lista de filmes com temática apocalíptica e de fim do mundo

Filmes são uma boa opção para quem tem que ficar em casa por causa do Coronavírus (COVID-19)