Veja a primeira imagem de um buraco negro já feita na história da humanidade

Veja a primeira imagem de um buraco negro já feita na história da humanidade

Fotografia foi feita com a colaboração de telescópios do mundo todo e testa a teoria da relatividade de Einstein

Esse post foi atualizado dia 10 de abril de 2019 às 10h40:

A Foto foi feita usando o telescópio Event Horizon, segundo os cientistas a imagem mostra: "um anel brilhante formado à medida que a luz se dobra na gravidade intensa em torno de um buraco negro que é 6,5 bilhões de vezes mais massivo que o Sol." Esta foto consegue dar a maior evidência de que há buracos negros supermassivos, além de abrir uma nova janela para o estudo dos buracos negros. A imagem foi feita pela Colaboração do Telescópio Horizon de Eventos. E você pode conferir na imagem a seguir:

Um vídeo publicado no Twitter do ESO (Observatório Europeu) mostra onde o buraco negro está localizado no espaço:

Continua depois da publicidade

No canal do YouTube da ESO também foi publicado outro vídeo, em melhor qualidade, que também demonstra a localização do buraco negro:


Post original:

Cientistas se preparam para divulgar a primeira imagem capturada de um buraco negro, região do espaço com uma concentração de massa tão grande que atrai tudo que está ao seu redor e nada escapa, nem mesmo a luz. O evento marca a história da ciência e teorias descritas anos atrás, só há um porém. Como capturar uma foto de algo que nem mesmo a luz se escapa?

25/04/2019 às 14:41
Artigo

Além da Tesla: Conheça as outras empresas de Elon Musk

Bilionário excêntrico diz passar 90% de seu tempo trabalhando na SpaceX e Tesla

Continua depois da publicidade

Para que fosse possível capturar uma imagem de um buraco negro, cientistas do grupo internacional Event Horizon Telescope (EHT) combinaram imagens obtidas de observatórios ao redor do mundo. Foi necessário sincronizar a captura entre bases em diferentes lugares do globo com relógios super precisos, e assim obtiveram uma imagem de altíssima resolução do corpo. Com cada telescópio capturou parte do alvo e, apesar da precisão, isso exigiu muito poder de processamento para conseguir gerar uma foto sem distorções.

Em uma página desatualizada do grupo EHT,há uma pergunta interessante na aba de perguntas frequentes "Vocês já têm uma imagem de um buraco negro? Quando elas se tornarão disponíveis?" Como resposta, o time diz que é necessário fazer a análise dos dados coletadas em abril de 2017 e que as imagens ainda precisariam passar por validação de outros cientistas por se tratar de uma publicação científica. Sendo assim, o que veremos amanhã, é resultado de anos de estudo.

Elon Musk diz que se mudar para Marte
um dia vai custar talvez menos de US$ 100.000

Agora, na véspera de sua publicação, a imagem conseguiu atenção e deve trazer consigo notas e informações relevantes levantadas pelo grupo de cientistas por trás dessa pesquisa.

Uma outra pergunta bastante relevante na página de perguntas frequentes é "Um buraco negro por definição não emite luz. Na verdade, captura tudo que fica ao redor dele. Então como vocês observam algo que não irradia?". A resposta menciona que de fato um buraco negro não emite luz, mas que o grupo analisa o que está mais próximo dele, nas redondezas. Os gases próximos e o que está ao redor dele pode ser observado, o que resulta em um estudo aprofundado da gravidade do buraco negro.

Sobre as conclusões da imagem é de se esperar menção à Einstein, que criou a Teoria da Relatividade Geral dando uma explicação para o comportamento do buraco negro. Os estudos revelados amanhã podem confirmar ou criar atrito com o que escreveu o cientista no passado.

O corpo celeste em questão é o Sagitário A, está no centro da Via Láctea a 26 mil anos luz de distância. O vídeo acima explica como o grupo se organizou para que isso fosse possível e o que esperam com o experimento.

Fonte: Event Horizon Telescope
Hasselblad apresenta edição especial da câmera 907X em parceria com a NASA

Hasselblad apresenta edição especial da câmera 907X em parceria com a NASA

Máquina fotográfica celebra 50 anos da chegada da humanidade à Lua


Avião da Virgin Orbit solta foguete LauncherOne no chão como parte de teste

Avião da Virgin Orbit solta foguete LauncherOne no chão como parte de teste

Ideia da ação era ver se o pequeno foguete se comportaria como esperado durante a queda


Satélite LightSail 2 poderá ser visto da Terra a olho nu

Satélite LightSail 2 poderá ser visto da Terra a olho nu

Mapa ao vivo mostra quando e onde o satélite vai estar


NASA alerta que asteroide de 55 milhões de toneladas passará perto da Terra

NASA alerta que asteroide de 55 milhões de toneladas passará perto da Terra

No caso improvável do corpo cósmico colidir com nosso planeta, impacto seria equivalente a 150.000 bombas de Hiroshima


Estudantes do IFSC levam projeto sobre filtração de água para conferência na NASA

Estudantes do IFSC levam projeto sobre filtração de água para conferência na NASA

O estudo pesquisa a importância da gravidade no processo de filtração em filtros de barro