UE acusa BMW, Daimler e VW de conluio em tecnologia de limitação de emissões
Créditos: Anthony Dias/The Verge

UE acusa BMW, Daimler e VW de conluio em tecnologia de limitação de emissões

Se forem culpadas, a Comissão Europeia pode multar cada empresa em até 10% da sua receita anual

A Comissão Europeia acusou formalmente a BMW, a VW e a Daimler de colusão (acordo entre partes para enganar e prejudicar terceiros) para impedir o lançamento da tecnologia de limitação de emissões. As empresas que incluem marcas como Mercedes, Audi, Volkswagen, Porsche e BMW, teriam limitado e atrasado o uso de tecnologia que reduziria as emissões de diesel e gasolina.

A Declaração de Objeções da União Europeia (UE) emitida hoje acusa as três empresas de colusão em dois sistemas:

  • Entre 2006 e 2014, diz que elas teriam conspirado para limitar o uso de “Adblue” em seus sistemas de redução catalítica seletiva (SCR) para carros Diesel. 
  • Entre 2009 e 2014, também diz que teriam conspirado para atrasar, ou mesmo evitar, o lançamento de filtros de partículas "otto" (OPF) que reduzem as emissões de gasolina.

A comissária de Concorrência da UE, Margrethe Vestager, disse que, embora seja permitida a colaboração para melhorar os produtos, “as regras de concorrência da UE não permitem que as empresas consigam exatamente o oposto: não melhorar seus produtos, não competir em qualidade”.

02/04/2019 às 11:45
Notícia

58% dos carros vendidos na Noruega são totalmente elétricos o...

A Noruega é o país do mundo com maior quantidade de vendas de carros sem emissão de gases

Essa declaração formal de hoje aconteceu um ano e meio depois que as autoridades da UE invadiram os escritórios das três empresas pela primeira vez, devido a relatos de possível conluio. No início de 2017, a Der Spiegel alegou que as montadoras alemãs se reuniram em grupos de trabalho secretos que tentaram conspirar sobre as emissões de diesel. No ano passado, a comissão anunciou que estava abrindo uma investigação profunda.

Com esta Declaração de Objeções divulgada, a BMW, a VW e a Daimler terão a oportunidade de rever as conclusões da Comissão Europeia e de responder antes que as autoridade cheguem a uma decisão final. Além de forçar as empresas a interromperem as práticas anticompetitivas, a Comissão também poderia multar cada uma em até 10% de sua receita anual, o que poderia chegar a bilhões de dólares.

Fonte: The Verge
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

RTX série 30: confira as TECNOLOGIAS que chegam com as novas placas de vídeo da Nvidia

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.