UE acusa BMW, Daimler e VW de conluio em tecnologia de limitação de emissões
Créditos: Anthony Dias/The Verge

UE acusa BMW, Daimler e VW de conluio em tecnologia de limitação de emissões

Se forem culpadas, a Comissão Europeia pode multar cada empresa em até 10% da sua receita anual

A Comissão Europeia acusou formalmente a BMW, a VW e a Daimler de colusão (acordo entre partes para enganar e prejudicar terceiros) para impedir o lançamento da tecnologia de limitação de emissões. As empresas que incluem marcas como Mercedes, Audi, Volkswagen, Porsche e BMW, teriam limitado e atrasado o uso de tecnologia que reduziria as emissões de diesel e gasolina.

A Declaração de Objeções da União Europeia (UE) emitida hoje acusa as três empresas de colusão em dois sistemas:

  • Entre 2006 e 2014, diz que elas teriam conspirado para limitar o uso de “Adblue” em seus sistemas de redução catalítica seletiva (SCR) para carros Diesel. 
  • Entre 2009 e 2014, também diz que teriam conspirado para atrasar, ou mesmo evitar, o lançamento de filtros de partículas "otto" (OPF) que reduzem as emissões de gasolina.

A comissária de Concorrência da UE, Margrethe Vestager, disse que, embora seja permitida a colaboração para melhorar os produtos, “as regras de concorrência da UE não permitem que as empresas consigam exatamente o oposto: não melhorar seus produtos, não competir em qualidade”.

02/04/2019 às 11:45
Notícia

58% dos carros vendidos na Noruega são totalmente elétricos o...

A Noruega é o país do mundo com maior quantidade de vendas de carros sem emissão de gases

Essa declaração formal de hoje aconteceu um ano e meio depois que as autoridades da UE invadiram os escritórios das três empresas pela primeira vez, devido a relatos de possível conluio. No início de 2017, a Der Spiegel alegou que as montadoras alemãs se reuniram em grupos de trabalho secretos que tentaram conspirar sobre as emissões de diesel. No ano passado, a comissão anunciou que estava abrindo uma investigação profunda.

Com esta Declaração de Objeções divulgada, a BMW, a VW e a Daimler terão a oportunidade de rever as conclusões da Comissão Europeia e de responder antes que as autoridade cheguem a uma decisão final. Além de forçar as empresas a interromperem as práticas anticompetitivas, a Comissão também poderia multar cada uma em até 10% de sua receita anual, o que poderia chegar a bilhões de dólares.

Fonte: The Verge
Samsung lança Style S51, notebook flexível com tela sensível ao toque

Samsung lança Style S51, notebook flexível com tela sensível ao toque

O dispositivo promete atender com alto desempenho quem executa trabalhos criativos


Pesquisadores criam pele artificial camaleônica com nanotecnologia

Pesquisadores criam pele artificial camaleônica com nanotecnologia

Partículas reagem quando expostas à luz ou ao calor


Brasileiro lidera equipe vencedora em concurso de Elon Musk e bate recorde

Brasileiro lidera equipe vencedora em concurso de Elon Musk e bate recorde

Rafael Andrade e seu time foram capazes de fazer um veículo se locomover a 483 km/h simulando o hyperloop


A Rússia tem drones para guerra e faz suas primeiras demonstrações

A Rússia tem drones para guerra e faz suas primeiras demonstrações

Altius-U é sua aeronave mais recente e é uma versão modificada de modelos norte americanos


Volocopter apresenta táxi voador VoloCity com capacidade para dois passageiros

Volocopter apresenta táxi voador VoloCity com capacidade para dois passageiros

Veículo lembra um helicóptero e foi feito para transportes dentro de áreas urbanas