Ministro Alexandre de Moraes ordena bloqueio de perfis online dedicados a atacar o STF

Contas são suspeitas de estarem sendo financiadas por grupos que querem prejudicar o Judiciário

Ministro Alexandre de Moraes ordena bloqueio de perfis online dedicados a atacar o STF
Créditos: Simi

Na última quinta-feira (dia 21) foram realizadas buscas em endereços de São Paulo e Alagoas sob ordens do ministro Alexandre de Moraes, do STF. Como parte do inquérito, Moraes decretou o bloqueio de perfis não divulgados em redes sociais da internet sob a suspeita de estarem incitando o ódio e buscando a desestabilização do Judiciário. Os perfis em questão, segundo o ministro, eram completamente dedicados em criar mensagens contra o STF e estariam sendo financiados por grupos organizados para este objetivo.

O inquérito para investigar os ataques ao STF foi aberto na semana passada pelo presidente do tribunal, Dias Toffoli. Não temos muitas informações sobre seu progresso porque ele é mantido em sigilo, mas sabe-se que o procedimento foi alvo de críticas de procuradores por não seguir a prática comum nesses casos, em que é feito um pedido do Ministério Público antes de ser aberto o inquérito. Toffoli diz que a instauração do procedimento dessa forma é prevista pelo Regimento do STF.

Segundo o ministro Alexandre de Moraes, o inquérito foi aberto para investigar notícias falsas, comunicações de crimes falsas, denúncias caluniosas e ameaças. Em outro momento, o jurista afirmou que essas postagens na internet podem incentivar a ação de "pessoas perturbadas" a acabar cometendo crimes.

Fonte: O Globo

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.