Primeira captura de tela da Interface do sistema operacional do Black Shark 2 é divulgada

Primeira captura de tela da Interface do sistema operacional do Black Shark 2 é divulgada

O design dos ícones dos aplicativos foram modificados com as cores do smartphone gamer

O próximo smartphone gamer da Xiaomi, o Black Shark 2, vai ser anunciado oficialmente dia 18 de março em um evento em Pequim. Já foram liberadas diversas imagens do smartphone e agora uma captura de tela da interface principal do dispositivo foi divulgada pelo Twitter do @xiaomimishka.

No tweet ele fala "Xiaomi Black Shark 2, essa interface é legal?" e logo abaixo coloca a imagem da captura de tela que mostra alguns aplicativos na tela principal e as demais funções que já conhecemos no Android, mas com um conceito visual mais escuro, com bordas cinzas grandes ao redor dos ícones de apps.

O wallpaper, ou papel de parede do fundo, lembra a parte traseira do aparelho. As principais cores são o preto, verde, cinza e azul, com pequenas variações nos ícones, seguindo a mesma paleta de cores que encontramos na parte externa do smartphone. É possível ver que será possível agrupar os aplicativos na parte central em pastas, algo também bem explorado nos sistemas operacionais mobile. 

Todas as palavras estão escritas em chinês, o que indica que o smartphone não deve ser  lançado no mercado internacional de imediato, assim como foi com os aparelhos anteriores da linha. O Black Shark, que foi lançado em abril de 2018, está disponível apenas para o mercado chinês e europeu, já o Black Shark Halo, lançado em outubro do mesmo ano, ainda está sendo comercializado apenas na China, com a promessa de ir para a Índia em breve.

O Black Shark 2 já foi anunciado com sistema de Resfriamento Líquido 3.0, ele vai vir com capacidade de 10GB ou 12GB de memória RAM, dependendo da versão escolhida pelo usuário. O SoC que vai integrar o smartphone é o mais recente da Qualcomm, o Snapdragon 855, que dá acesso a tecnologia 5G. O carregamento rápido do aparelho foi aprimorado e agora é de 27W. 

Para assistir a análise completa do primeiro smartphone voltado para o mercado de games da Xiaomi, o Black Shark, você pode conferir o vídeo abaixo:

Continua após a publicidade
Via: GSM Arena
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.