Nvidia anuncia aquisição da Mellanox por US$ 6,9 bilhões, unindo duas gigantes da supercomputação
Créditos: Divulgação Nvidia

Nvidia anuncia aquisição da Mellanox por US$ 6,9 bilhões, unindo duas gigantes da supercomputação

Ambas as empresas são líderes no mercado de datacenters e HPC

A Nvidia e a Mellanox anunciaram um acordo de aquisição no valor de US$ 6.9 bilhões. A Nvidia fará a compra de cada ação por US$ 125, e a união das duas empresas formará a maior companhia na área de supercomputação, a High Performance Computing (HPC), do mercado.

Ambas as empresas já trabalham em cooperação atualmente, sendo que 250 dos 500 supercomputadores mais potentes do mundo já operam com tecnologias da Nvidia e Mellanox. De acordo com a Nvidia, todas as principais empresas que atuam com computação na nuvem já utilizam recursos dessas duas companhias. Entre os projetos que envolvem recursos de ambas está o DGX-2, máquina de inteligência artificial equipada com 16 placas Tesla V100.

Enquanto a Nvidia é responsável por fabricar os chips gráficos que aceleram 127 das 500 máquinas mais potentes do mundo, as tecnologias de interconetividade da empresa israelense Mellanox estão presentes em 265 dos Top 500 supercomputadores.

A aposta da Nvidia no mercado de supercomputadores e datacenters é uma clara tendência do mercado, com uma quantidade cada vez maior de dados sendo gerados e circulando na rede impulsionados por gigantes como Alphabet (dona da Google), Microsoft, Amazon e Alibaba. De acordo com o Bloomberg, para conseguir fechar a compra a Nvidia sofreu concorrência pesada de outras empresas de grande porte da área de TI, caso da rival Intel.

O plano é finalizar a compra da Mellanox até o final do ano fiscal de 2019. A venda já foi aprovada pelos membros da diretoria tanto da Nvidia quanto Mellanox, dependendo da aprovação dos donos das ações da Mellanox e também de órgãos de reguladores de mercado. Ao ser finalizada, essa se tornará a maior aquisição já realizada pela Nvidia.

Fonte: Nvidia News
User img

Diego Kerber

Formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Diego Kerber é aficionado por tecnologia desde os oito anos, quando ganhou seu primeiro computador, um 486 DX2. Fã de jogos, especialmente os de estratégia, Diego colabora com a Adrenaline na produção de notícias e artigos na coluna "Vida Digital".

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.