Facebook toma medidas para limitar conteúdo anti-vacinação
Créditos: The Daily Beast

Facebook toma medidas para limitar conteúdo anti-vacinação

Páginas e grupos não serão mais exibidos, e o Facebook vai parar de recomendar o conteúdo

26/01/2019 às 17:50
Notícia

YouTube vai ficar mais exigente com suas recomendações e para...

Empresa anunciou mudança que vai afetar vídeos que chegam perto demais de violar as regras

O Facebook está tomando medidas para limitar a disseminação de conteúdo anti-vacinal. A rede social não irá mais exibir páginas e grupos que divulgam conteúdo anti-vacinação nos resultados de busca, e não vai recomendar para que os usuários participem.

Promover esse tipo de conteúdo é contra as regras do Facebook a partir de agora. Anúncios com informações incorretas sobre vacinas não serão permitidos, e a segmentação da rede que permitia anunciantes alcançarem usuários mais facilmente, termos como "controvérsias sobre vacinas" por exemplo, foi removida.

Além disso, o Facebook irá procurar o conteúdo proativamente, ou seja, antes de alguém denunciá-lo. Antes, se um usuário denunciasse uma fraude sobre vacinação para os verificadores de fatos, o Facebook limitaria o alcance da postagem. Com essa mudança, a companhia vai limitar a disseminação de fraudes conhecidas e identificadas pela Organização Mundial de Saúde e pelos Centros de Controle de Prevenção de Doenças dos EUA antes mesmo de chegar a um verificador de fatos.

O Facebook não é a primeira empresa a fazer alterações para combater o conteúdo anti-vacinação. O YouTube parou de exibir anúncios ao lado de vídeos anti-vacinação no mês passado, e o Pinterest parou de mostrar resultados de pesquisa para consultas de vacinação.

01/03/2019 às 09:05
Notícia

YouTube começa a desabilitar comentários em vídeos que envolv...

Apenas alguns criadores de conteúdo poderão usar o recurso, mas terão que fazer moderação frequentemente

As regras sobre desinformação do Facebook indicam que a companhia não quer decidir o que é verdade ou mentira.  Se o conteúdo falso for denunciado por um usuário e depois confirmado por um verificador de fatos, o Facebook limitará a distribuição da postagem, mas o compartilhamento de notícias falsas por si só não é realmente contra as regras. O Facebook está tomando medidas extras para combater o conteúdo anti-vacinação, mas não está tirando o conteúdo completamente.

Boatos anti-vacinação não são novos, mas tem sido lembrados nos últimos tempos graças a um surto de sarampo em Washington, com 71 casos confirmados até agora. Esse surto renovou as preocupações sobre a desinformação nas mídias sociais como um condutor de pais que se recusam a vacinar seus filhos.

Continua depois da publicidade

Fonte: Recode
Netgear anuncia roteador topo de linha Nighthawk AX12 com Wi-Fi 6 e triple-band

Netgear anuncia roteador topo de linha Nighthawk AX12 com Wi-Fi 6 e triple-band

Produto vem com processador quad-core de 1.8GHz e velocidades de até 10,8GBps


Facebook deletou mais de 1,5 milhão de vídeos do assassinato na Nova Zelândia

Facebook deletou mais de 1,5 milhão de vídeos do assassinato na Nova Zelândia

O atirador transmitiu a tragédia ao vivo pela plataforma e o vídeo rapidamente se espalhou


Resumo Conectado: Sucesso do Galaxy S10, novos Zenfones e aumento na Netflix

Resumo Conectado: Sucesso do Galaxy S10, novos Zenfones e aumento na Netflix

Nosso quadro estreia seu novo nome falando também da Huawei no Brasil e do YouTube


Netflix aumenta o preço de suas mensalidades no Brasil, confira quanto custará cada plano

Netflix aumenta o preço de suas mensalidades no Brasil, confira quanto custará cada plano

O básico, com tela única e sem HD, passou de R$19,90 para R$21,90


Tim Berners-Lee, criador do www, faz reflexão no aniversário de 30 anos de criação da web

Tim Berners-Lee, criador do www, faz reflexão no aniversário de 30 anos de criação da web

O pai da web começou a divulgar a campanha #ForTheWeb para tornar a internet melhor