Não é só o Pocophone: Xiaomi Mi 6X e Note 6 Pro também aparecem na Anatel
Créditos: UOL

Não é só o Pocophone: Xiaomi Mi 6X e Note 6 Pro também aparecem na Anatel

Dispositivos estão em processo de homologação e ainda não se sabe o porquê

Na semana passada o Pocophone F1 chamou a atenção dos brasileiros por aparecer como homologado pela Anatel. Agora foram descobertos também o Xiaomi Mi 6X e o Redmi Note 6 Pro em processo de homologação pela agência. Não só os smartphones, mas também o smartwatch Huami Amazfit encontra-se na mesma situação aqui no Brasil.

14/02/2019 às 12:10
Notícia

Pocophone F1 da Xiaomi foi homologado pela Anatel e pode ser ...

A solicitação da certificação do smartphone foi feita por uma empresa brasileira

No caso desses aparelhos, a homologação ainda não foi concretizada, então os documentos completos ainda não estão disponíveis. Além disso, não se sabe porque esses aparelhos estão sendo homologados por aqui, nem qual empresa fez o pedido. Rumores, no entanto, indicam que foi também a DL Eletrônicos que entrou com o pedido para esses dispositivos, a mesma empresa por trás da homologação do Pocophone F1.

A DL Eletrônicos ainda não se pronunciou oficialmente explicando o porquê de ter pedido a homologação do Pocophone F1 no Brasil, mas, segundo o Olhar Digital, a empresa declarou que vai fazer um pronunciamento oficial hoje, dia 18, explicando porque fez esse registro. Se for descoberto que o pedido de homologação dos outros aparelhos realmente veio da DL Eletrônicos também, vai ficar difícil imaginar que a empresa não pretende vender os aparelhos por aqui, ainda mais com seus representantes marcando uma data para pronunciamento oficial, o que dá todo indício de querer chamar a atenção para um anúncio.

O Xiaomi Mi 6X é um dispositivo intermediário, anunciado no ano passado com uma tela de 5,99'' e processador Snapdragon 660, pelo preço sugerido de US$ 250. Enquanto isso, o Note 6 Pro é maior, vindo com 6,26'' e um processador Snapdragon 636. Ele também foi anunciado no ano passado, pelo preço sugerido de US$ 215.

Vale destacar que o Huami Amazfit, apesar de ter o nome de outra marca, também é um vestível Xiaomi, então até o momento essas homologações e pedidos só apareceram para dispositivos de uma mesma fabricante. 

Fonte: Olhar Digital
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Novo fone sem fio WH-CH710N da Sony tem bateria com até 35 horas de duração

Novo fone sem fio WH-CH710N da Sony tem bateria com até 35 horas de duração

Empresa também garante que 10 minutos de carga oferecem ao menos uma hora de uso


Samsung Galaxy Note 20+ 5G aparece no Geekbench

Samsung Galaxy Note 20+ 5G aparece no Geekbench

Aparelho apareceu no site com o número de modelo SM-N986U


Samsung irá pagar até 50% em Galaxy S20 usados nos próximos 2 anos

Samsung irá pagar até 50% em Galaxy S20 usados nos próximos 2 anos

Fabricante pagará até US$ 799 para quem quiser revender smartphones topo de linha


Veja como fazer animais em 3D com Realidade Aumentada do Google [+VIDEO]

Veja como fazer animais em 3D com Realidade Aumentada do Google [+VIDEO]

Novo recurso chega para celulares e tablets


OnePlus 8 Pro não passará de US$ 1.000 e terá Snapdragon 865 e RAM LPDDR5

OnePlus 8 Pro não passará de US$ 1.000 e terá Snapdragon 865 e RAM LPDDR5

Nem mesmo a alternativa mais cara do topo de linha chegará ao valor, mesmo com UFS 3.0