IA do Huawei Mate 20 Pro é utilizada para finalizar sinfonia de dois séculos atrás
Créditos: GSMArena

IA do Huawei Mate 20 Pro é utilizada para finalizar sinfonia de dois séculos atrás

A sinfonia final será apresentada em Londres no dia 4 de fevereiro

15/01/2019 às 10:20
Notícia

Resultados do Huawei Mate 20 Pro chegarão no DXOMark em breve

Os resultados não foram divulgados até o momento, talvez, por serem muito altos

A Huawei explorou os poderes da Inteligência Artificial (IA) do Mate 20 Pro para finalizar a sinfonia número 8 de Schubert. Ele escreveu dois movimentos de sua sinfonia em 1822, mas deixou inacabada.

A Huawei, por sua vez, decidiu que os 197 anos de espera foram longos o suficiente e trouxe os dois últimos movimentos.

O NPU duplo do telefone foi utilizado para analisar o timbre, passo e metro dos movimentos existentes, e assim gerar uma melodia para os dois próximos. Essa melodia foi então usada pelo compositor vencedor do Emmy, Lucas Cantor, para organizar uma partitura orquestral.

"O resultado dessa colaboração com a IA prova que a tecnologia oferece possibilidades incríveis e mostra o impacto significativo e positivo que ela pode ter na cultura moderna.”, disse o compositor.

A sinfonia final será apresentada ao vivo no Cadogan Hall, em Londres, no dia 4 de fevereiro.

Via: GSM Arena Fonte: Huawei
User img

Saori Almeida

Saori Almeida é natural do Rio Grande do Sul, técnica em administração formada pelo Centro Tecnológico de Caxias do Sul (CETEC) e estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Gosta da cultura asiática e nerd no geral e tem interesse crescente por tecnologia e games desde pequena - gosto que se intensifica diariamente na redação.

Testamos o ROG Phone 3!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.