Facebook pode deixar que Instagram, WhatsApp e Messenger enviem mensagens entre si
Créditos: Forbes

Facebook pode deixar que Instagram, WhatsApp e Messenger enviem mensagens entre si

Ao mesmo tempo, empresa estaria pensando em criptografar todas as mensagens de ponta a ponta

O Facebook estaria planejando permitir que seus aplicativos de mensagens possam ser utilizados para enviar textos entre si. Com isso, seria possível um usuário mandar uma mensagem à partir do WhatsApp para que outra pessoa a receba no Direct do Instagram, por exemplo.

17/01/2019 às 14:31
Notícia

WhatsApp se torna rede social mais popular do Facebook, apont...

Firma especializada App Annie aponta que até o próprio aplicativo oficial do Facebook foi ultrapassado

A informação vem do jornal The New York Times, que ainda noticia que cada aplicativo deve continuar operando de maneira independente. A ideia seria permitir que as pessoas que usam apenas um dos serviços de mensagem do Facebook se comuniquem com usuários de outros aplicativos da empresa.

"Nós queremos criar as melhores experiências de mensagens possíveis; e as pessoas querem que mensagens sejam rápidas, simples, confiáveis e privadas. Nós estamos trabalhando em tornar criptografados mais de nossos produtos de mensagem e estamos considerando maneiras de tornar mais fácil o contato com amigos e família através das redes. Como você poderia esperar, existe muita discussão e debate conforme nós começamos o longo processo de descobrir todos os detalhes de como isso funciona"
- Comunicado oficial do Facebook

Juntos, Facebook, Instagram e WhatsApp possuem 2,6 bilhões de usuários – ou 33% de todos os habitantes do planeta. A união dos dados de todas essas pessoas poderia resultar num maior engajamento dos usuários, que por sua vez poderia resultar em maiores ganhos com publicidade. Algo que o Facebook busca numa época onde o crescimento dos lucros da empresa estão diminuindo.

Via: The Verge Fonte: NY Times
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.