Ministério Público entra com ação para Google deletar vídeos de YouTubers crianças
Créditos: YouTube

Ministério Público entra com ação para Google deletar vídeos de YouTubers crianças

De acordo com os promotores, YouTube estaria burlando leis sobre propaganda infanto-juvenil

A Google se tornou alvo de uma ação civil do Ministério Público de São Paulo, que busca que a empresa delete de sua plataforma de vídeos publicações de YouTubers mirins que possam ser interpretadas como propagandas de brinquedos.

A maioria dos conteúdos envolvem crianças abrindo pacotes de brinquedos, em gravações no estilo unboxing. Um deles, por exemplo, mostra a abertura da coleção de bonecas LOL da Candide.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o novo processo tem sua inspiração em outro movido contra a Mattel. Em junho de 2018, o Procon determinou o pagamento de uma multa de R$ 407.000 contra a fabricante de brinquedos por propaganda abusiva para um público infantil.

Segundo o Estado de Minas, o vídeo tinha sido publicado pela YouTuber mirim Julia Silva e envolvia uma promoção com uma boneca de Monster High. Na ação, ela dava incentivos para seguidores do canal cumprirem desafios. Quem se saísse melhor, ganharia bonecas de Monster High e um encontro com a YouTuber.

“Diante do abuso propiciado pela publicidade indireta por meio da ação de youtubers mirins, a plataforma Youtube, que não é destinada a menores de 18 anos, mantém-se inerte em relação às comunicações mercadológicas abusivas praticadas em face do público infanto-juvenil, deixando diversas crianças e adolescentes expostas a estratégias abusivas de venda ao não adequar suas políticas de uso”
- Texto da ação movida pelo Ministério Público de São Paulo

Via: Estado de Minas, Folha de S. Paulo 1, Folha de S. Paulo 2
1,1 bilhão de e-mails e senhas foram expostos em vazamento do arquivo Collection #1

1,1 bilhão de e-mails e senhas foram expostos em vazamento do arquivo Collection #1

As informações foram sendo liberadas desde 2008, os arquivos tinham 87GB de informações


Google compra tecnologia misteriosa de smartwatches da Fossil por US$ 40 milhões

Google compra tecnologia misteriosa de smartwatches da Fossil por US$ 40 milhões

Acordo também vai levar engenheiros da fabricante de vestíveis para trabalhar na Google


Google Pixel 3 Lite aparece em review que mostra qualidade da câmera idêntica ao Pixel 3

Google Pixel 3 Lite aparece em review que mostra qualidade da câmera idêntica ao Pixel 3

O smartphone vai ser uma versão de entrada da linha Pixel câmera traseira de 12mp


WhatsApp se torna rede social mais popular do Facebook, aponta relatório

WhatsApp se torna rede social mais popular do Facebook, aponta relatório

Firma especializada App Annie aponta que até o próprio aplicativo oficial do Facebook foi ultrapassado


Desafio de 10 anos de Facebook e Instagram pode trazer riscos à sua privacidade

Desafio de 10 anos de Facebook e Instagram pode trazer riscos à sua privacidade

Especialistas apontam que meme pode ser usado para mineração de dados de reconhecimento facial