Ministério Público entra com ação para Google deletar vídeos de YouTubers crianças
Créditos: YouTube

Ministério Público entra com ação para Google deletar vídeos de YouTubers crianças

De acordo com os promotores, YouTube estaria burlando leis sobre propaganda infanto-juvenil

A Google se tornou alvo de uma ação civil do Ministério Público de São Paulo, que busca que a empresa delete de sua plataforma de vídeos publicações de YouTubers mirins que possam ser interpretadas como propagandas de brinquedos.

A maioria dos conteúdos envolvem crianças abrindo pacotes de brinquedos, em gravações no estilo unboxing. Um deles, por exemplo, mostra a abertura da coleção de bonecas LOL da Candide.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o novo processo tem sua inspiração em outro movido contra a Mattel. Em junho de 2018, o Procon determinou o pagamento de uma multa de R$ 407.000 contra a fabricante de brinquedos por propaganda abusiva para um público infantil.

Segundo o Estado de Minas, o vídeo tinha sido publicado pela YouTuber mirim Julia Silva e envolvia uma promoção com uma boneca de Monster High. Na ação, ela dava incentivos para seguidores do canal cumprirem desafios. Quem se saísse melhor, ganharia bonecas de Monster High e um encontro com a YouTuber.

“Diante do abuso propiciado pela publicidade indireta por meio da ação de youtubers mirins, a plataforma Youtube, que não é destinada a menores de 18 anos, mantém-se inerte em relação às comunicações mercadológicas abusivas praticadas em face do público infanto-juvenil, deixando diversas crianças e adolescentes expostas a estratégias abusivas de venda ao não adequar suas políticas de uso”
- Texto da ação movida pelo Ministério Público de São Paulo

Via: Estado de Minas, Folha de S. Paulo 1, Folha de S. Paulo 2
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.