Cientistas desenvolvem plástico biodegradável que não usa água fresca ou plantas
Créditos: Plastic Pollution Coalition

Cientistas desenvolvem plástico biodegradável que não usa água fresca ou plantas

Descoberta de pesquisadores de Tel Aviv deve abrir caminho para primeiros polímeros realmente biodegradáveis

Cientistas da Universidade de Tel Aviv desenvolveram um novo método para produzir polímeros biodegradáveis que deve ser responsável por gerar os primeiros plásticos realmente sustentáveis.

Isso porque a criação dos tipos de plásticos biodegradáveis que utilizamos hoje exige o gasto de outros recursos preciosos como solo para plantação e água fresca. Afinal, é necessário cultivar as plantas ou as bactérias que então serão utilizadas para a criação deste tipo de plástico.

"Plásticos levam centenas de anos para se degradar. Então garrafas, pacotes e sacolas criam 'continentes' de plástico nos oceanos, colocando em perigo animais e poluindo o meio ambiente. O plástico também é produzido de produtos de petróleo, que possui um processo industrial que libera contaminantes químicos como subproduto".
- Dr. Alexander Golberg, da Porter School of the Environment and Earth Sciences da Universidade de Tel-Aviv

A nova tecnologia evita isso ao utilizar micro-organismos que se alimentam de algas marinhas. Para isso, eles cultivaram este tipo de alga multicelular no mar, para que elas fossem comidas por esses micro-organismos.

Eles também crescem em águas extremamente salgadas e são responsáveis por produzir um polímero que pode ser utilizado na criação de bioplástico.

A técnica desenvolvida pelos pesquisadores permite a criação de plásticos biodegradáveis em países que não tenham solo fértil disponível para fazê-lo de modo tradicional, como é o caso de Israel.

"Já existem fábricas que produzem este tipo de bioplástico em quantidades comerciais, mas eles usam plantas que requerem terra para agricultura e água fresca. O processo que nós propomos vai permitir que países com falta de água fresca, como Israel, China e Índia, troquem de plásticos derivados do petróleo para plásticos biodegradáveis".
- Dr. Alexander Golberg da Universidade de Tel-Aviv

Continua depois da publicidade

Via: Slash Gear Fonte: Eurekalert
Google compra tecnologia misteriosa de smartwatches da Fossil por US$ 40 milhões

Google compra tecnologia misteriosa de smartwatches da Fossil por US$ 40 milhões

Acordo também vai levar engenheiros da fabricante de vestíveis para trabalhar na Google


Primeiras impressões com o DJI Osmo Pocket direto de Las Vegas

Primeiras impressões com o DJI Osmo Pocket direto de Las Vegas

De Unboxing até testes práticos, testamos o novo gimbal da DJI direto dos EUA


Oppo apresenta câmera com zoom óptico 10x e scanner de impressão digital UD 15x maior

Oppo apresenta câmera com zoom óptico 10x e scanner de impressão digital UD 15x maior

Não houveram grandes demostrações, mas novas revelações chegarão no MWC 2019


Zenbook S13 e seu processo de construção no estande da Asus na CES 2019

Zenbook S13 e seu processo de construção no estande da Asus na CES 2019

Notebook ultraportátil tem bordas bastante finas, Core i7 e GPU dedicada


Previsões mostram que preços dos SSDs podem reduzir pela metade em 2019

Previsões mostram que preços dos SSDs podem reduzir pela metade em 2019

fabricantes já estão reduzindo os seus investimentos no setor de semicondutores