Caso de bullying em grupo no WhatsApp resulta em multa contra a administradora
Créditos: Veja

Caso de bullying em grupo no WhatsApp resulta em multa contra a administradora

Administradora do grupo não participou da briga, mas vai ter que pagar indenização de R$ 3.000

Um processo em Jaboticabal, no estado de São Paulo, pode ter aberto um precedente inédito no Brasil para julgamentos envolvendo brigas no WhatsApp. Uma mulher, que não teve seu nome divulgado, administrava um grupo onde ocorreu um caso de bullying, e agora ela será obrigada a pagar uma multa de R$ 3.000 por negligência.

12/11/2018 às 16:53
Notícia

WhatsApp do Android agora possui armazenamento ilimitado para...

Salvar mensagens antigas não vai mais ocupar espaço no serviço de nuvem

A briga aconteceu em 2014, durante a Copa do Mundo. A administradora criou o grupo para convidar algumas pessoas para assistirem a um jogo em sua casa. Em determinado momento, um dos membros ofendeu uma outra participante do grupo, que na época tinha 15 anos. A reclamante entrou com um processo contra o outro membro do grupo e contra a administradora, acusando-a de não ter feito nada para impedir a situação. 

O juiz decidiu que a mulher responsável pelo grupo precisava ser penalizada pois, em suas palavras:

Para agravar a situação da ré, a acusação salienta que ela não só não fez nada, mas também se divertiu com a briga:

A multa de R$ 3.000 é por danos morais e pode abrir um precedente para que casos semelhantes em outros lugares do Brasil tomem o mesmo rumo no futuro.

Fonte: EM
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

A GoPro HERO9 Black chegou - praticamente PERFEITA!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.