YouTube Rewind se torna vídeo mais negativado da história da plataforma
Créditos: YouTube / Divulgação

YouTube Rewind se torna vídeo mais negativado da história da plataforma

Edição anual dos melhores momentos do YouTube ultrapassa Baby de Justin Bieber em questão de ódio

O vídeo do YouTube Rewind 2018 bateu o recorde de vídeo mais odiado do YouTube com 10 milhões de "dislikes" (não gostei), ultrapassando a música "Baby", de Justin Bieber feat. Ludacris, que possui 9,8 milhões.

30/11/2018 às 12:00
Notícia

YouTube traz a função "stories" para os criadores d...

Os vídeos ficam na aba 'inscrições' e já estão presentes no aplicativo de quase todos

Desde a sua publicação, no dia 6 de dezembro, o vídeo foi alvo de muitas reclamações por parte da comunidade do site. Conforme aponta o site The Verge, essa insatisfação reflete uma disparidade entre a cultura de criadores de conteúdo do site e a versão mais polida da plataforma que a Google busca vender para os publicitários.

Uma das principais críticas dos usuários é de que alguns dos mais populares YouTubers e de temas polêmicos. Entre eles está PewDiePie, que é dono do canal independente mais seguido da plataforma. Vale lembrar que, em 2017, a Google cortou relações comerciais com ele por causa de suas pegadinhas e piadas anti-semitas.

Outra ausência de peso no Rewind de 2018 foi de Shane Dawson, que publicou uma série de documentários sobre o também YouTuber Jake Paul, responsável por dezenas de milhões de visualizações.

O irmão de Jake Paul, Logan Paul, também foi notadamente omitido. Ele causou muita controvérsia ao publicar um vídeo do cadáver de uma pessoa que se suicidou numa floresta no Japão.

Continua após a publicidade

Via: The Verge, Variety
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation 1. Em 2005 migrou para o PC, e aí começou a se interessar por tecnologia. Formado jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

ALEXA é MAIS que uma caixinha de SOM! Veja o que a ASSISTENTE da AMAZON consegue fazer

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.