Huawei desfaz parceria com a Positivo e irá entrar no mercado brasileiro diretamente

Huawei desfaz parceria com a Positivo e irá entrar no mercado brasileiro diretamente

A fabricante saiu do Brasil em 2015 e pretende retornar com foco nos aparelhos topo de linha

A Huawei fez parceria com a Positivo em junho para trazer novamente os seus dispositivos para o Brasil. Aparentemente os planos mudaram de direção, uma entrevista do Valor Econômico publicada ontem, dia 11 de dezembro, revelou que a Huawei não tem mais intenção de firmar parceria para trazer os seus produtos, mas que vai fazer venda direta com distribuidores profissionais, com a possibilidade de contratação de uma empresa terceirizada para fabricar os smartphones em solo brasileiro.

A Huawei atualmente é a segunda maior fabricante de smartphones do mundo, ela vendeu os seus produtos no Brasil de 2012 até 2015. Os dispositivos não alcançaram grande popularidade durante esse período no país, o que fez com que a empresa parasse de comercializar. Desde então a marca se consolidou ainda mais e alcançou novos mercados. Esse ano, a fabricante já homologou dois smartphones pela Agência Nacional de Telecomunicações a ANATEL, sendo eles o P20 Pro e o Nexus.

06/12/2018 às 10:26
Notícia

Diretora financeira da Huawei é presa no Canadá a mando dos E...

Governo chinês pediu explicações sobre o ocorrido

A primeira passagem da Huawei ela investiu em entregar smartphones intermediários, aparentemente agora o foco de mercado será nos topo de linha. Segundo o site Olhar Digital a empresa está fazendo pesquisas de mercado para encontrar o que melhor se adequa às necessidades locais do público brasileiro. A Positivo afirma que ainda está em fases de discussões sobre a entrada da fabricante chinesa.

O Brasil tem um mercado bem específico, onde as lojas de varejo ocupam a maior parte das vendas de eletrônicos. As pessoas tendem a comprar marcas que elas confiam ou conhecem, o que acaba deixando o mercado voltado para empresas específicas, que já atuam no Brasil há muito tempo como: Samsung, Motorola, LG, Apple e Asus. 

Segundo o Valor Econômico, a Huawei pretende começar as vendas com produtos importados, mas se der certo, ou seja, a marca ser bem aceita pelo mercado brasileiro, ela pretende contratar uma empresa para fabricar os produtos diretamente no Brasil. A Apple já faz isso, com a Foxconn, empresa que é contratada pela marca da maçã para fabricar os seus produtos em diferentes lugares do mundo.

A Huawei não se posicionou sobre as mudanças de planos, disse apenas que não há novidades sobre o retorno das vendas no Brasil.

Via: Olhar Digital Fonte: Valor Economico
User img

Ana Luiza Pedroso

OnePlus 7 e 7 Pro recebem atualização OxygenOS 10.0.1 baseada no Android 10

OnePlus 7 e 7 Pro recebem atualização OxygenOS 10.0.1 baseada no Android 10

Lançamento da atualização tinha sido interrompido por problemas de bugs


Xiaomi deverá lançar smartphone com tela de taxa de atualização de 120Hz [Rumor]

Xiaomi deverá lançar smartphone com tela de taxa de atualização de 120Hz [Rumor]

Modelo chegaria para competir com concorrentes como OnePlus 7 Pro e ROG Phone II


Google Pixel 4 ganha imagens que mostram gestos e desbloqueio facial

Google Pixel 4 ganha imagens que mostram gestos e desbloqueio facial

Fotografias para publicidade foram vazadas pelo conhecido Evan Blass


Google vai obrigar todas as fabricantes a usarem Android 10 depois de janeiro de 2020

Google vai obrigar todas as fabricantes a usarem Android 10 depois de janeiro de 2020

Essa é mais uma medida da Google para resolver o problema de distribuição de novos softwares


Samsung deve começar a testar a câmera periscópio do Galaxy S11 em breve

Samsung deve começar a testar a câmera periscópio do Galaxy S11 em breve

Espera-se que o aparelho chegue ao mercado com câmera de 108MP e zoom óptico de 5x