Huawei desfaz parceria com a Positivo e irá entrar no mercado brasileiro diretamente

Huawei desfaz parceria com a Positivo e irá entrar no mercado brasileiro diretamente

A fabricante saiu do Brasil em 2015 e pretende retornar com foco nos aparelhos topo de linha

A Huawei fez parceria com a Positivo em junho para trazer novamente os seus dispositivos para o Brasil. Aparentemente os planos mudaram de direção, uma entrevista do Valor Econômico publicada ontem, dia 11 de dezembro, revelou que a Huawei não tem mais intenção de firmar parceria para trazer os seus produtos, mas que vai fazer venda direta com distribuidores profissionais, com a possibilidade de contratação de uma empresa terceirizada para fabricar os smartphones em solo brasileiro.

A Huawei atualmente é a segunda maior fabricante de smartphones do mundo, ela vendeu os seus produtos no Brasil de 2012 até 2015. Os dispositivos não alcançaram grande popularidade durante esse período no país, o que fez com que a empresa parasse de comercializar. Desde então a marca se consolidou ainda mais e alcançou novos mercados. Esse ano, a fabricante já homologou dois smartphones pela Agência Nacional de Telecomunicações a ANATEL, sendo eles o P20 Pro e o Nexus.

06/12/2018 às 10:26
Notícia

Diretora financeira da Huawei é presa no Canadá a mando dos E...

Governo chinês pediu explicações sobre o ocorrido

A primeira passagem da Huawei ela investiu em entregar smartphones intermediários, aparentemente agora o foco de mercado será nos topo de linha. Segundo o site Olhar Digital a empresa está fazendo pesquisas de mercado para encontrar o que melhor se adequa às necessidades locais do público brasileiro. A Positivo afirma que ainda está em fases de discussões sobre a entrada da fabricante chinesa.

O Brasil tem um mercado bem específico, onde as lojas de varejo ocupam a maior parte das vendas de eletrônicos. As pessoas tendem a comprar marcas que elas confiam ou conhecem, o que acaba deixando o mercado voltado para empresas específicas, que já atuam no Brasil há muito tempo como: Samsung, Motorola, LG, Apple e Asus. 

Segundo o Valor Econômico, a Huawei pretende começar as vendas com produtos importados, mas se der certo, ou seja, a marca ser bem aceita pelo mercado brasileiro, ela pretende contratar uma empresa para fabricar os produtos diretamente no Brasil. A Apple já faz isso, com a Foxconn, empresa que é contratada pela marca da maçã para fabricar os seus produtos em diferentes lugares do mundo.

A Huawei não se posicionou sobre as mudanças de planos, disse apenas que não há novidades sobre o retorno das vendas no Brasil.

Via: Olhar Digital Fonte: Valor Economico
User img

Ana Luiza Pedroso

Ana Luíza é técnica em informática formada pelo Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) e graduanda de Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Compõe o quadro de estagiários do Adrenaline e Mundo Conectado desde 2018, publicando notícias. Aprende muito todos os dias sobre o universo de hardware, games e tecnologia.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.