Tesla anuncia corte nos preços do Model S e Model X na China

Tesla anuncia corte nos preços do Model S e Model X na China

Empresa fez reajustes por causa da guerra comercial do país com os Estados Unidos

A Tesla anunciou que fará mudanças no preço dos veículos Model X e Model S na China para tornar o valor mais atraente para o mercado do país. Segundo informa a Reuters, as tarifas extras causadas pela guerra comercial com os Estados Unidos acabaram atrapalhando os negócios da empresa liderada por Elon Musk.

"Estamos absorvendo uma parte significativa da tarifa para ajudar a tornar nossos carros mais acessíveis para os clientes na China", explicou a empresa em um comunicado à agência de notícias.

O movimento foi visto com surpresa por algumas pessoas, uma vez que a empresa foi uma das primeiras a elevar seus preços no país por causa das taxas extras, que começaram a valer em julho. No começo do mês, porém, a companhia revelou que estava com problemas de vendas no país por causa do aumento nos preços. 

25/04/2019 às 14:41
Artigo

Além da Tesla: Conheça as outras empresas de Elon Musk

Bilionário excêntrico diz passar 90% de seu tempo trabalhando na SpaceX e Tesla

Como a China é um dos países que mais investe em veículos elétricos no mundo, o impacto deve ter sido forte para a fabricante. Com a mudança, os preços dos veículos começarão em 540,000 yuan para as versões mais básicas, cerca de US$ 77,9 mil em conversão para dólares. 

A medida da Tesla visa aumentar o alcance da empresa no país e também aumentar os ganhos da companhia para acelerar a construção da Gigafactory 3, um grande conglomerado industrial da fabricante que está sendo montado em Xangai, na China.

O objetivo da empresa é ter uma grande fábrica para conseguir produzir veículos na China futuramente e evitar taxas de exportação. Com isso, situações como a guerra comercial não atrapalhariam os negócios da empresa no cobiçado mercado asiático.

Segundo relata o Business Insider, o preço das ações da Tesla caíram em 3% após o reajuste nos preços para o mercado chinês.

Via: Reuters, Business Insider
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Celular GAMER barato? Testamos o Black Shark 4, o custo-benefício da Xiaomi

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.