Claro e NET são as provedoras de internet mais rápidas no Brasil, segundo a Speedtest
Créditos: Speedtest

Claro e NET são as provedoras de internet mais rápidas no Brasil, segundo a Speedtest

Pesquisa mostra que Brasil ainda está muito atrás da média mundial no acesso à internet

A Ookla, empresa por trás do teste de velocidade de internet Speedtest, divulgou os resultados de uma enorme pesquisa que realizou para avaliar as condições da internet móvel e fixa no Brasil. Empresas como Claro e NET se saíram muito bem, mas o país continua bastante atrás da média mundial em termos das velocidades disponíveis por aqui.

Segundo os dados da Speedtest, o Brasil fica em 71º lugar no ranking mundial de velocidade de download em internet móvel. Já em upload na rede para celulares ficamos numa posição ainda pior: 99º colocado, entre a Costa do Marfim e Ucrânia. Quando falamos de conexão fixa de banda larga, a situação do país melhora um pouco, mas nada ainda que dê muitos motivos de orgulho. A velocidade média para downloads na conexão fixa coloca o Brasil em 65º lugar no ranking mundial, enquanto nossa velocidade média de upload atinge o 74º lugar no mundo.

 

Dentro das nossas limitações, as operadoras que se saíram melhor, como mencionado anteriormente, foram a Claro e a NET. A diferença é maior na conexão mobile, com as redes de internet fixa ficando mais próximas e oferecendo um quadro mais disputado na velocidade média, como podemos ver nos gráficos:

Continua após a publicidade

Apesar do nosso quadro estar longe do ideal, os pesquisadores por trás do relatório da Speedtest veem o Brasil com otimismo, afirmando que investimentos recentes devem continuar melhorando a média das velocidades de conexão no país para os próximos anos. Segundo eles, a concorrência deve impulsionar a abrangência da internet móvel, enquanto investimentos cada vez maiores em internet de fibra óptica deve melhorar muito a condição da conexão de banda larga fixa no Brasil.

Fonte: Speedtest
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

MAVIC AIR 2 - Uma análise de DRONE no PARAÍSO

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.