MacBook Pro com chip gráfico AMD Vega Pro vai chegar ao mercado ainda esse mês
Créditos: Apple

MacBook Pro com chip gráfico AMD Vega Pro vai chegar ao mercado ainda esse mês

Apple afirma que o notebook terá aumento de desempenho gráfico de até 60%

Dentre os anúncios de aparelhos atualizados da Apple está o MacBook Pro. O grande destaque desse notebook é a capacidade de processamento gráfico, para aprimorar isso ainda mais, ele está equipado com o chip gráfico (GPU) AMD Vega Pro

A Apple promete em seu site que esse chip irá trazer melhorias no processamento dos gráficos, bem como 4GB de memória GDDR5, tornando o trabalho com imagens 3D, renderizações e vídeos extensos e pesados, mais rápido e eficiente, com ampla correção de erros. 

"Com a mesma arquitetura gráfica do iMac Pro, a GPU Radeon Pro Vega tem maior capacidade de processamento e usa a memória HBM2, de alta largura de banda. A HBM2 duplica a largura de banda da memória para a GPU com um consumo bem menor de processamento. Assim, mais potência pode ser usada pela própria GPU. Como resultado, o desempenho gráfico aumenta significativamente: até 60% mais rápido que a Radeon Pro 560X"

A promessa de desempenho gráfico se estende não somente para quem trabalha com produção de conteúdos, mas também para quem tem interesse em utilizar o Mac para jogos de alta performance. O problema é o aquecimento que o MacBook Pro anterior apresentou, ainda não tem como saber se irá ocorrer o mesmo com essa nova versão. 

A tela do dispositivo é iluminada por LED brilhante e contraste ampliado, o que gera uma melhor intensidade no preto e branco absoluto, mas também há destaque nas cores RGB (vermelho, verde e azul). A Apple promete que essa será a melhor tela de todos os Macs.

O notebook é equipado com SSD ultrarrápido com leitura sequencial de até 3,2 GB/s, isso promete processamento de dados de forma rápida, sem travar, o que optimiza muitos projetos, principalmente os que demandam muitos dados para ser feito. O chip Apple T2 Security criptografa os arquivos automaticamente, o que promete melhor segurança para seus projetos e dados pessoais.

O dispositivo também está equipado com um scanner de digitais para desbloquear o Mac, isso também ajuda na segurança dos dados que forem mantidos no notebook. Também é possível utilizar a Apple Pay para fazer compras em sites.

O teclado está equipado com um sistema "borboleta", que aumenta a estabilidade das teclas e deixa a digitação mais confortável e silenciosa. A bateria promete durar até 10 horas.

A Apple disponibiliza a Touch Bar, que optimiza várias funções usadas pelo usuário com mais frequência. Apps que não sejam próprios do Mac também podem ser utilizados com essa barra de ferramenta sensível ao toque.

O MacBook Pro estará disponível para compra no final de novembro, o valor ainda não foi divulgado. A versão anterior, de 512GB, custa R$24599. O valor deve ser superior a isso, já que o novo MacBook Pro está sendo equipado com duas versões: 13 polegadas com 2TB e 15 polegadas com 4TB.

 

Via: The Virge Fonte: Apple
User img

Ana Luiza Pedroso

Chrome OS mostrará quando o Chromebook vai parar de receber atualizações

Chrome OS mostrará quando o Chromebook vai parar de receber atualizações

Objetivo da Google é ser mais transparente sobre o tempo de vida dos produtos


Novo Macbook Pro 16

Novo Macbook Pro 16" chegará ao Brasil com preços entre R$ 21.299 e R$ 50.999

Modelo mais barato tem Intel Core i5, SSD de 128GB, Touch Bar e Touch ID


Novo MacBook Pro com 16 polegadas tem opções com até 64GB de RAM e SSD com 8TB

Novo MacBook Pro com 16 polegadas tem opções com até 64GB de RAM e SSD com 8TB

Novo portátil já aparece listado no Brasil com preços a partir de R$ 21.299


Funcionários que utilizam Mac rendem mais, diz IBM

Funcionários que utilizam Mac rendem mais, diz IBM

Colaboradores com dispositivos Apple são mais propensos a permanecer na empresa e a fechar negociações mais lucrativas


Apple TV+ pode fechar contrato com ex-CEO da HBO para novas séries originais

Apple TV+ pode fechar contrato com ex-CEO da HBO para novas séries originais

O executivo que comandou o lançamento de Game of Thrones e Veep pode trabalhar com a dona dos iPhones