Microsoft libera 60 mil patentes para incentivar o Linux e ajudar desenvolvedores de código aberto

Ao que parece, as intrigas entre a Microsoft e os programas Open Source terminaram

Microsoft libera 60 mil patentes para incentivar o Linux e ajudar desenvolvedores de código aberto

O antigo CEO da Microsoft, Steve Ballmer, não era nada amigável com programas de código aberto, mas o posicionamento da empresa sobre o tema vem mudando desde que Satya Nadella assumiu o cargo mais alto da empresa. Recentemente, a dona do Windows anunciou sua entrada na Open Invention Network (OIN) e liberou mais de 60 mil patentes para incentivar o crescimento de sistemas abertos como o Linux.

A Open Invention Network (OIN) é um consórcio formado por diversas empresas, incluindo gigantes como Google e IBM, para ajudar programas de código aberto a se manterem vivos e longe de problemas com patentes. Segundo Erich Andersen, vice-presidente da Microsoft, os tempos de inimizade entre a companhia e os programas open source acabaram.

O envolvimento da Microsoft com programas e a comunidade que desenvolve software livre está cada vez maior e 2018 foi um ano que deixou isso bem evidente. Além da plataforma de nuvem Azure utilizar programas de código aberto, a empresa lançou neste ano o sistema para internet das coisas Sphere OS, baseado em Linux, e também adquiriu o Github, o maior repositório de códigos da internet.

Fonte: Microsoft

.....

Está pensando em comprar algum produto online? Conheça a extensão Economize do Mundo Conectado para Google Chrome. Ela é gratuita e oferece a você comparativo de preços nas principais lojas e cupons para você comprar sempre com o melhor preço. Baixe agora.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.