Ford começa a testar sistema de luzes para sinalização de carros autônomos

Ford começa a testar sistema de luzes para sinalização de carros autônomos

Empresa quer criar linguagem universal para pedestres e motoristas entenderem os carros autônomos

A fabricante de carros Ford anunciou que está testando um sistema de sinalização para tentar formar um novo padrão de comunicação para pedestres, ciclistas e motoristas entenderem o funcionamento dos carros autônomos, uma das tendências do mercado automotivo.

Em um futuro onde carros andam sozinhos nas ruas, as pessoas precisarão entender quando o veículo vai acelerar ou parar, por exemplo. Em parceria com a Organização Internacional de Normalização (ISO) e a Sociedade de Engenheiros Automotivos (SAE), a Ford está criando um padrão de sinais luminosos com cores que estarão presentes nos veículos autônomos.

Para que a tecnologia de carros autônomos tenha sucesso é vital todos terem confiança em como ela funciona. Por isso, estamos trabalhando junto com todos os desenvolvedores, empresas automotivas e de tecnologia para criar um padrão na indústria.”
- John Shutko, especialista técnico de Fatores Humanos para Veículos Autônomos da Ford

O novo sistema já está sendo testado pela empresa desde o ano passado. Junto com a Virginia Tech Transportation Institute, a empresa enviou às ruas um carro autônomo com um motorista de segurança camuflado para testar a recepção dos sinais com pedestres.

Durante o experimento, os especialistas definiram o seguinte padrão de luzes e ações:

Pronto para partir: uma luz branca piscando rapidamente, comunicando que o veículo começa a acelerar depois de uma parada.
Modo de direção ativo: uma luz branca contínua para sinalizar que o veículo pretende continuar no seu trajeto atual – apesar de poder reagir a outros usuários da pista;
Parando: duas luzes brancas se movendo de um lado para o outro, indicando que o veículo vai parar completamente;

A empresa também está realizando testes usando realidade virtual para testar a recepção e aprendizado dos sinais. Segundo a companhia, em um ambiente VR, as pessoas que participaram dos experimentos precisaram de apenas cerca de duas exposições para aprender o significado de um sinal e de cinco a dez exposições para entender todos os três sinais.

A Ford realizará mais experimentos no mundo real nos Estados Unidos e também na Europa para ver como o sistema de sinalização de carros autônomos é recebido por pessoas em diferentes locais do mundo.

Mais informações podem ser encontradas no site da Ford.

Via: Ford
Facebook admite que hackers acessaram dados pessoais de 29 milhões de usuários

Facebook admite que hackers acessaram dados pessoais de 29 milhões de usuários

Vulnerabilidade ainda diz respeito ao recurso "ver como", escândalo mais recente da rede social


Ford será a primeira montadora a usar grafeno em seus veículos

Ford será a primeira montadora a usar grafeno em seus veículos

Material demonstrou ser mais leve e resistente que o aço e será aplicado ainda em 2018


Volvo firma parceria para usar tecnologia da Nvidia em seus carros em 2020

Volvo firma parceria para usar tecnologia da Nvidia em seus carros em 2020

Chip Drive AGX Xavier deve permitir direção totalmente autônoma em áreas controladas


Apocalipse das abelhas pode ser evitado com drones polinizadores, apontam cientistas

Apocalipse das abelhas pode ser evitado com drones polinizadores, apontam cientistas

Isso é muito Black Mirror


Mercado de drones da Índia deve representar R$ 3,2 bilhões em 2021

Mercado de drones da Índia deve representar R$ 3,2 bilhões em 2021

Relatório é da câmara de comércio do país e da consultoria Ernst & Young