Amazon revela 12 novos produtos para levar Alexa ao carro e até ao micro-ondas

Amazon revela 12 novos produtos para levar Alexa ao carro e até ao micro-ondas

Empresa quer trazer internet das coisas para cada canto da vida do usuário

A Amazon divulgou uma série de novos dispositivos de internet das coisas para levar a assistente pessoal Alexa a todos os cantos da vida dos usuários. O que já se esperava da companhia eram novos alto-falantes inteligentes, fato que se concretizou na forma dos Echo Dot, Echo Sub e Echo Plus.

Mais surpreendente foi o Echo Auto, um dongle que se conecta na entrada para celulares do carro do usuário. Ele usa a internet do celular para se comunicar com a Alexa e proporcionar os serviços da assistente virtual no carro do usuário.

A assistente da Amazon também poderá dar direções de navegação. O produto veicular pode ser usado em carros sem um sistema de infotainment e custará US$ 50 (R$ 205 em conversão direta) quando chegar às lojas.

 
Da esquerda para a direita: Echo Auto e Smart Plugs

Outro dispositivo inusitado é o Amazon Smart Plugs, que pode conectar a Alexa a praticamente qualquer aparelho que utilize uma tomada. Você pode controlar o Smart Plug através de um Echo ou do aplicativo da Alexa.

Isso permite ligar ou desligar os dispositivos ou definir timers. Cada plugue custará US$ 25 (R$ 105) e chega ao mercado em outubro.

Já o AmazonBasics Microwave é um micro-ondas que traz uma série de controles de voz que permitem que o usuário aqueça sua comida rapidamente. Novamente, é preciso usar um aplicativo ou Echo para controlá-lo.

 
Da esquerda para a direita: AmazonBasics Microwave e Wall Clock

É possível até pedir pipoca através do micro-ondas pelo recurso Amazon Dash – em mercados onde o serviço está disponível. O produto vai custar US$ 60 e será lançado no fim do ano.

O Echo Wall Clock é um relógio de parede que responde à assistente Alexa. Ele possui um display para mostrar qualquer timer que o usuário tenha programado e exibe a hora automaticamente. Não há preço definido e ele chega no fim do ano.

Continua após a publicidade

Na parte dos alto-falantes, o Echo Dot ganhou um novo visual com bordas arredondadas e produz um som 70% mais alto. Ele custa US$ 50 (R$ 205).

 
Da esquerda para a direita: Echo Dot e Echo Sub

Já o Echo Sub traz um subwoofer de 6 polegadas e 100W. Ele pode ser conectado com 2 outros Echo para criar um som estéreo 2.1. Apenas o Echo Sub custará US$ 130 (R$ 530).

Tem ainda o Echo Plus, que possui um hub inteligente para uma série de dispositivos conectados. Ele traz um recurso de controle de voz local, o que deixa o usuário controlar vários dispositivos caseiros inteligentes mesmo que esteja sem internet. O aparelho custa US$ 150 (R$ 615) e será lançado em outubro.

 
Da esquerda para a direita: Echo Plus, Echo Show

O Echo Show ganhou um nova versão com tela de 10 polegadas e alto-falantes mais poderosos. Ele tem suporte a navegadores de internet como Firefox e Amazon Silk e suporte a chat de vídeo com Skype. O dispositivo custa US$ 230 (R$ 940).

Há ainda o Echo Link e Echo Link Amp, que buscam trazer maior qualidade de som. A Fire TV Recast possui 500GB para armazenar programas de TV e transmitir programas ao vivo ou gravados para dispositivos móveis, os tablets Fire e o Fire TV.

 
Da esquerda para a direita: Echo Link e Link Amp; Fire TV Recast

Para finalizar essa longuíssima lista, a Amazon ainda apresentou o Echo Input, que chega para concorrer com o Chromecast Audio. Ele opera através de Bluetooth ou de um conector de 3,5mm e ainda traz um microfone.

O dispositivo não traz um alto-falante, então é preciso que o usuário já tenha algum aparelho para reproduzir o som.

Continua após a publicidade
Via: Engadget
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.