YouTube começa a testar vídeos no novo formato AV1, que consomem menos dados

YouTube começa a testar vídeos no novo formato AV1, que consomem menos dados

Tecnologia promete streaming 40% mais rápido sem perda de qualidade de imagem

O YouTube começou a fazer testes com o formato de vídeo AV1, que promete oferecer qualidade similar ao H.265, mas com consumo mais baixo de dados.

Os testes iniciais começaram a ser feitos recentemente nos navegadores Google Chrome (versão 70) e Firefox. Para usar a novidade no browser da Mozilla é necessário estar utilizando a versão Firefox Nightly e habilitar as configurações "media.av1.enabled" e "media.mediasource.experimental.enabled".

A Google é a principal empresa a incentivar o uso do formato AV1, mas outras companhias também tem interesse na nova tecnologia. Além de ser aberto e gratuito, o método de compressão promete tornar os serviços de streaming de vídeo, como YouTube, Netflix e Amazon Prime, 40% mais rápidos sem perda de qualidade de imagem.

As especificações do novo formato foram finalizadas em março deste ano e era apenas uma questão de tempo para vermos o início da implementação do AV1. Esta playlist disponível no YouTube mostra alguns vídeos que já utilizam o novo método de compressão, incluindo o trailer de Halo Infinite, anunciado durante a E3 2018, que pode ser visto acima.

Os vídeos já publicados no YouTube contam com um bitrate alto e a percepção do menor consumo de dados pode não ser sentida. Em um primeiro momento, o objetivo dos testes é averiguar a performance da plataforma trabalhando com o formato AV1.

Via: TechPowerUp
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Samsung GALAXY S21, S21 PLUS e S21 ULTRA lançados: confira os PRINCIPAIS DESTAQUES

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.