Imagem chamada

Google descontinua o Inbox, ferramenta que trazia melhorias de uso para o Gmail

As principais funcionalidades do serviço foram integradas ao Gmail

A Google anunciou que vai encerrar o Inbox by Gmail,que servia para melhorar a experiência com o cliente de e-mail da empresa. Lançada em 2014, a ferramenta será oficialmente descontinuada em março de 2019, mas a companhia já lançou um guia de migração para ajudar os usuários que ficarão órfãos.

Segundo o comunicado, o motivo para o Inbox ser descontinuado foi a nova versão do Gmail, que traz asas principais funcionalidades da ferramenta integradas, incluindo adiar e-mails e funções com inteligência artificial.

De acordo com a Google, o Inbox foi essencial para a empresa aprender a melhorar a experiência de e-mails na internet, mas agora, o time de desenvolvedores pretende focar em apenas um produto para garantir resultados melhores.

"Ao olharmos para o futuro, queremos ter uma abordagem mais focada que nos ajude a levar a melhor experiência de e-mail para todos", diz a Google em seu blog.

O Gmail recebeu uma nova versão em abril que conta com diversas melhorias. Além de trazer funções presentes no Inbox, o novo Gmail também conta com um design renovado baseado em Material Design e mais integração com outros serviços da Google.

Fonte: Google

Google faz parceria com fabricantes para trazer Android para mais carros

Empresa quer dominar o segmento a partir de 2021


Family Link, app de controle de atividade de crianças em smartphones, chega em mais países

Google disponibiliza seu app de controle parental em quase todos os países do mundo


Google Home Hub será a primeira caixa de som inteligente da Google com tela de 7 polegadas

Vazaram imagens das especificações completas da caixa de som inteligente da Google


Florianópolis terá Wi-Fi gratuito em 178 áreas públicas

A capital de Santa Catarina promete instalação dos pontos de internet gratuita até outubro de 2019


Mozilla Firefox lança versão que utiliza placa de vídeo para carregar páginas rapidamente

Segundo o desenvolvedor, essa mudança vai preparar o navegador para resoluções 4k