Xiaomi deve lançar outro Mi 8 com leitor de digitais na tela e Mi 8 Youth

Xiaomi deve lançar outro Mi 8 com leitor de digitais na tela e Mi 8 Youth

No total, série de topos de linha da fabricante deverá ter 5 dispositivos diferentes

A Xiaomi deverá apresentar dois novos smartphones topo de linha em breve. Um deles se chamaria Mi 8 Youth, enquanto o outro seria mais uma opção com leitor de digitais posicionado embaixo da tela.

Site oficial: Xiaomi Mi 8

01/08/2018 às 19:48
Vídeo

Unboxing e primeiras impressões do Xiaomi Mi 8

Chegou o novo topo de linha Xiaomi, smartphone com nota de câmera melhora que o iPhone X

De acordo com o site My Smart Price, o Mi 8 Youth será lançado em opções de 4GB ou 6GB de memória RAM – ambas mais do que suficientes para rodar Android atualmente – e de 64GB ou 128GB de armazenamento.

Entre as opções de cores, os usuários poderão escolher entre cinza espacial (do inglês "space gray"), ouro e azul.

Espera-se que o Youth seja uma versão mais barata do Mi 8. Ele deverá usar o mesmo chipset Snapdragon 710 que o Mi 8 SE. O SoC tem um desempenho que se posiciona entre intermediário e topo de linha.

Enquanto isso, a notícia afirma que o Mi 8 Screen Fingerprint Edition – que traz o leitor de digitais sob a tela – terá apenas a alternativa de 128GB de espaço interno. Na quantidade de memória RAM, há opções de 6GB ou 8GB.

  

Continua após a publicidade

Até agora, a Xiaomi já apresentou 3 edições diferentes do seu topo de linha: Mi 8, Mi 8 SE e Mi 8 Explorer Edition – esta última é a única até agora a trazer leitor de digitais na tela.

Vale lembrar que o chipset (ou SoC) é a peça responsável por todo o processamento lógico e gráfico de um dispositivo móvel como um smartphone. Ele também inclui componentes como memória RAM, armazenamento interno e até o modem responsável por conectar seu aparelho na Wi-Fi ou na internet móvel 4G.

Via: My Smart Price
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.