Blockchain vai pagar imposto como software e Bitcoin como ganho de capital no Brasil

Blockchain vai pagar imposto como software e Bitcoin como ganho de capital no Brasil

Consultor tributário explica em entrevista como tem se organizado a tributação da tecnologia

O My Inova Summit aconteceu nessa semana em Foz do Iguaçu abordando temas de novas tecnologias como o Blockchain e o Bitcoin. Assim, foi uma boa oportunidade para explicar como está ocorrendo a tributação desses recursos aqui no Brasil, e foi isso que Cleiton Sacoman, consultor tributário da ROIT explicou em entrevista.

Como explicado por Sacoman, o Blockchain é considerado análogo a um software e é tributado assim, dependendo do seu uso em determinado contrato ou desenvolvimento. Já o Bitcoin, por não ser considerado oficialmente uma moeda pelo Banco Central, não tem tributos incididos diretamente sobre ele, mas ainda pode gerar um recolhimento em transações como ganho de capital.

A regra geral é que qualquer transação até R$ 35.000 é isenta de tributos. A partir de R$ 35.000,01 incidirá o imposto não no valor da transação, mas no ganho de capital do recurso. O recolhimento vai de 15% a 27,5%, dependendo do valor sendo movimentado.

Fonte: Convergência Digital
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

PIX: TUDO que você PRECISA SABER

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.