Hackers infectam 200 mil roteadores no Brasil com código para minerar criptomoedas

Hackers infectam 200 mil roteadores no Brasil com código para minerar criptomoedas

Invasores se aproveitaram de uma brecha para colocar o Coinhive diretamente nos roteadores

Os hackers continuam descobrindo novas maneiras de minerar criptomoedas com o seu computador sem que você saiba e o ataque mais recente é também um dos mais eficazes. Foi descoberto que cerca de 200.000 roteadores da MikroTik no Brasil foram infectados com um script para minerar as moedas.

A descoberta está sendo divulgada pela empresa de segurança Trustwave e sendo assinada pelo pesquisador Simon Kenin, que afirma que esses roteadores foram infectados com o Coinhive, usado para minerar a criptomoeda Monero. Esse tipo de infecção é grave porque não importa se o usuário só acessa sites seguros, é o próprio roteador que vai colocar o minerador para funcionar durante a navegação.

A boa notícia é que a MikroTik já corrigiu a brecha de segurança que permitiu a instalação do script malicioso. Na verdade, o update que corrige essa falha está disponível desde abril. Mas a maioria dos usuários domésticos não está acostumada a fazer updates de segurança em seus roteadores, que costumam ser mais raros e não acontecer automaticamente.

Se o seu roteador é da MikroTik, sugerimos que faça o update imediatamente. O download e instruções para instalação estão disponíveis no site oficial da empresa.

Fonte: Olhar Digital
User img

João Gabriel Nogueira

João Gabriel Nogueira se formou em jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 2015 e curte games desde muito antes. Começou com o Master System e o gosto pelos jogos eletrônicos trouxe o gosto pela tecnologia. Escrever notícias e análises de jogos, hardware e dispositivos móveis para o Adrenaline e o Mundo Conectado, além de trabalho é uma alegria e um aprendizado.

DICA: Veja como formatar o WINDOWS 10 sem PEN DRIVE [FÁCIL]

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.