Apple envia 3,5 milhões de Watch aos lojistas em 3 meses, mas perde fatia de mercado

Apple envia 3,5 milhões de Watch aos lojistas em 3 meses, mas perde fatia de mercado

Concorrência de Fitbit e Garmin ameaça liderança da Apple

A firma de análise especializada Canalys publicou seu relatório do mercado de smartwatches relativo ao 2º trimestre de 2018. O estudo revela que a Apple enviou aos lojistas 3,5 milhões de relógios inteligentes durante o período.

Site oficial: Apple Watch Series 3

Mesmo assim, a companhia perdeu uma significativa fatia de mercado, passando de 43% para 34% de todas as vendas de smartwatches. As vendas globais de produtos do tipo alcançaram 10 milhões de unidades, impulsionadas pelo bom desempenho de companhias como Fitbit e Garmin.

A Apple apresentou um crescimento de 30% em comparação com o 2º trimestre de 2017. Esta melhoria nas vendas se deve bastante ao sucesso do modelo LTE (com internet 4G) do Apple Watch na Ásia, que teve 250 mil unidades comercializadas, 60% do total na região.

"A decisão da Apple de expandir internacionalmente suas operações rapidamente rendeu frutos na Ásia próximo da região do Pacífico. Operadoras nesses mercados estão dispostas a vender dispositivos conectados que não sejam smartphones, mas que permitam que elas gerem renda extra com serviços de dados. A Índia é uma adição surpreendente a esta lista de países".
- Jason Low, analista sênior da Canalys

A companhia conseguiu fechar negócios com operadoras de uma série de países da continente asiático, incluindo Japão, Cingapura, Tailândia, Índia, Coreia do Sul e até a Austrália (na Oceania, no caso).

"A Apple enfrenta uma crescente ameaça de seus competidores, que têm começado a passar a marca de 1 milhão de unidades enviadas [aos lojistas] por trimestre. As fabricantes estão tentando diferenciar seus produtos com leitores de batimentos cardíacos avançados e funções de treinamento e mapeamento inteligentes, e os consumidores agora possuem uma gama muito mais ampla de smartwatches para escolher do que havia um ano atrás. Entre uma competição ainda mais acirrada de Google e Samsung, que especula-se que vão lançar relógios Galaxy e Pixel respectivamente, a Apple precisa trabalhar como se atualizar em mercados como os EUA, onde a penetração dentro da base instalada de usuários de iPhone está se nivelando".
- Vicent Thielke, analista de pesquisa da Canalys

Via: GSMArena Fonte: Canalys
User img

Carlos Felipe

Além do iPhone: Apple marca evento para lançamento de novos produtos, possivelmente iPads e MacBooks

Além do iPhone: Apple marca evento para lançamento de novos produtos, possivelmente iPads e MacBooks

A apresentação vai rolar no dia 30 de outubro


Capa de novo iPad Pro aparece em imagem e indica presença de Face ID e bordas finas

Capa de novo iPad Pro aparece em imagem e indica presença de Face ID e bordas finas

Apple também deve lançar um modelo menor do tablet, de 10,5 polegadas


Vídeo mostra iPhone Xs Max vencendo Galaxy Note 9 e Pixel 3 XL em teste de bateria

Vídeo mostra iPhone Xs Max vencendo Galaxy Note 9 e Pixel 3 XL em teste de bateria

Xperia XZ3 também participa do teste, mas fica bem atrás


O despertador do seu smartphone tocou mais cedo? Entenda o que aconteceu

O despertador do seu smartphone tocou mais cedo? Entenda o que aconteceu

Ao que parece, a operadora Tim fez o alarme de muita gente tocar uma hora antes


Apple libera iOS 12.1 para iPhone e iPad e corrige vários erros

Apple libera iOS 12.1 para iPhone e iPad e corrige vários erros

Atualização resolve problema onde smartphones não começavam a carregar imeadiatamente