Análise: Xiaomi Mi MiX 2S

Análise: Xiaomi Mi MiX 2S

Várias evoluções tornam o smarpthone muito mais atrativo

O Xiaomi Mi Mix 2S é um smartphone do segmento topo de linha, equipado com hardwares de alto desempenho, tela de alta qualidade e excelente câmera. Ele traz importantes evoluções comparado a seu antecessor, o Mi Mix 2, e mantém a principal característica da linha: bordas praticamente inexistentes em torno da tela.

Link de compra da versão com 64GB na Gearbest

Link de compra da versão com 128GB na Gearbest

Preços

Preço no lançamentoU$ 527,00 27/03/2018R$ 4.399,00 14/07/2017R$ 2.299,00 22/06/2018R$ 2.499,00 17/07/2018
Preço atualizadoR$ 2.400,00 25/07/2018R$ 2.300,00 15/04/2019R$ 1.274,15 14/06/2019R$ 2.550,00 18/10/2018

Ficha Técnica

FabricanteXiaomi Samsung Motorola ASUS
Site oficialLinkLinkLinkLink

Display

Tamanho5,99 polegadas6,2 polegadas6,01 polegadas6,2 polegadas
Resolução2160x1080, 403 ppi 1440 x 2960 1080 x 2160, 402 ppi 2246 x 1080, 402 ppi
TecnologiaIPS LCD Super AMOLED Super AMOLED IPS LCD
ProteçãoCorning Gorilla Glass 4 Corning Gorilla Glass 5 Corning Gorilla Glass 3 Corning Gorilla Glass

Câmera

TraseiraDual 12 MP Dual 12MP 12MP + 5MP Dual, 12 + 8 MP
Vídeos[email protected], [email protected], [email protected] 2160p 60 fps, 1080p 60 fps, 720p 240 fps [email protected], [email protected] [email protected] FPS, [email protected] FPS
Frontal5 MP 8MP 8MP 8 MP
DetalhesTraseira 12 MP (f/1.8, 1/2.55", 1.4 µm) + 12 MP (f/2.4, 1/2.9", 1.0 µm), 2x optical zoom, dual pixel phase detection autofocus, 4-axis OIS, dual-LED Traseira 12 MP, f/1.7, 26mm, 1/2.5" Traseira 12 MP, f/1.7, 1.4µm, dual pixel PDAF + 5 MP, depth sensor Abertura de f/1.8m wide angle de 120º

Especificações

Sistema OperacionalAndroid 8 (Oreo) Android 7.0 (com update para o 8) Android 8.1 Android 8 (Oreo)
ProcessadorQualcomm Snapdragon 845 Qualcommm Snapdragon 835 ou Exynos 8895 Qualcomm Snapdragon 636 Qualcomm Snapdragon 845
Número de núcleos8 8 8 8
Clock4x2.8 GHz Kryo 385 Gold + 4x1.8 GHz Kryo 385 Silver até 2.35 GHz 1.8 GHz 4x2.7 GHz Kryo 385 Gold + 4x1.7 GHz Kryo 385 Silver
GPUAdreno 630 Adreno 540 ou Mali-G71 MP20 Adreno 509 Adreno 630
Memória RAM6, 8 GB4 GB4, 6 GB4, 6, 8 GB
Armazenamento interno64, 128, 256 GB64, 128 GB64, 128 GB64, 128, 256 GB
Cartão microSDNÃO Até 256GB Até 400GB Até 512GB
Bateria3400 mAh3.500 mAh3.000 mAh3300 mAh
Dimensões150.9 x 74.9 x 8.1 mm159,5 x 73,4 x 8,1 mm156,5 x 76,5 x 6,8 mm153x75,7x7,9 mm
Peso191 g173 g156 g155 g
Portas de conexãoUSB Tipo-C USB Tipo-C 1.0 USB Tipo-C USB Tipo-C
REDELTE LTE LTE LTE
Tipo de cartão SIMDual SIM (Nano-SIM) Nano SIM Dual Nano SIM Dual-SIM (Nano-SIM)

Recursos

Leitor de DigitalSIM SIM SIM SIM
ResistênciaNÃO IP68 NÃO NÃO
RadioNÃO NÃO SIM SIM
Bluetooth5.0 5.0 5.0 5.0
Carregamento sem fioSIM SIM NÃO NÃO
NFCSIM SIM SIM SIM
GPSA-GPS, GLONASS, BDS A-GPS, GLONASS, BDS, GALILEO A-GPS, GLONASS, BDS A-GPS, GLONASS, BDS
ExtrasCarregamento por indução Samsung Pay, Always-on display Modular, compatível com Moto Snaps ZenUI, reconhecimento facial

Análise em vídeo

Design

O Mi Mix 2S continua sendo um aparelho amplo, resultado de sua tela de 5,99 polegadas, porém ele não chega a ser grande demais graças as bordas bastantes estreitas nas laterais. É um aparelho que dá pra usar com uma mão (se você tiver uma mão grande), mas é mais confortável de ser usado com duas. A borda no topo do aparelho continua sendo mínima, e com certeza essa é a característica que mais chama a atenção nesse modelo. 

A única borda mais notável segue na parte de baixo, e por consequência a câmera frontal também continua por lá. Já critiquei esse posicionamento problemático porque você acaba cobrindo a lente com algum dos dedos, porém a empresa parece enfim estar ciente do inconveniente e agora uma interface avisa o usuário que ele deve virar o aparelho de ponta-cabeça pra fazer selfies. É meio bobo, mas é a melhor solução dado o design do aparelho.

O Mi Mix 2S tem um belo design, com bordas praticamente inexistentes nas laterais e topo

A parte traseira segue a filosofia da parte frontal, bastante "clean" com apenas dois detalhes evidentes: o leitor de digitais e a câmera. Por sinal, essa parte não faz nenhum esforço em não parecer um iPhone X, usando o mesmo esquema para as duas câmeras e flash, e posicionando tudo no mesmo lugar que o modelo da Apple. A mudança do material na parte traseira possibilitou um novo recurso: o Mi Mix 2S agora possui suporte ao carregamento por indução.

A tela de quase 6 polegadas e resolução FullHD+ tem boa densidade de pixels e boa definição das imagens, porém por usar a tecnologia LCD IPS fica evidente a desvantagem desse aparelho comparado a outros dispositivos usando AMOLED. Isso é notável principalmente na vivacidade das cores, que não tem tanta saturação. O aparelho até conta com um modo de alto contraste e saturação, mas o resultado não tem a qualidade presente em rivais com a outra tecnologia no display.

A tela tem boa resolução, mas IPS não entrega cores muito vivas

Ainda na série de coisas que a empresa seguiu a Apple, o Mi Mix 2S não tem um conector P2, apesar de aparentemente não trazer nenhuma limitação física, considerando seu porte. Se quiser usar fones de ouvido com fios, ou você vai precisar tem um fone com a conexão USB Tipo-C, ou é melhor se acostumar a carregar o adaptador (incluído na caixa do produto) com você.

Performance

Uma das atualizações do Mi Mix 2s comparado ao antecessor é o uso do Snapdragon 845, chip topo de linha da Qualcomm, combinado com 6 ou 8GB de RAM. O resultado é um smartphone muito potente, capaz de abrir qualquer tipo de aplicativo e alternar entre vários deles de forma praticamente instantânea. 

O Mi Mix 2S entrega alta performance, condizente com os componentes potentes que é equipado

Além de muita RAM, a Xiaomi também não "pegou leve" na quantidade de memória interna. São 128GB na versão mais básica, e 256GB no modelo com mais espaço. Isso segue como um dos destaques da Xiaomi: a empresa entrega algumas das especificações técnicas mais potentes pelos preços menores, e o resultado são aparelhos potentes por um preço que no Brasil estão disponíveis smartphones com configurações intermediárias.

Durante os testes o Mi Mix 2S não apresentou travamentos nem lentidão, mostrando que as modificações no software (falamos mais no extras) não impactaram o desempenho do sistema Android. Games deverão rodar em sua qualidade mais alta e manter uma excelente fluidez, tornando esse aparelho uma boa pedida para quem quer focar em jogos.

Câmera

Uma das minhas principais críticas ao Mi Mix 2 foi sua câmera. A traseira não entregava um desempenho satisfatório, enquanto a frontal tinha um péssimo posicionamento. Felizmente um dos problemas não apenas foi resolvido: o Mi Mix 2s tem uma das melhores câmeras que já testei em um smartphone.

Análise Xiaomi Mi Mix 2 - Tela quase sem bordas e câmera quase sem fotos

Na parte traseira ele vem equipado com duas câmeras, sendo que a adicional traz um zoom óptico de 2x. A Xiaomi apostou no uso intensivo de inteligência artificial para fazer ajustes e melhorias nas fotos, e os resultados são notáveis: durante nossos testes tivemos muitos dias péssimos de iluminação (bastante nublados, em geral) e mesmo assim o aparelho entregou excelente fotos, com destaque para a vivacidade das cores mesmo nessa situação ruim de luz.

Como adiantei, um dos problemas foi resolvido, então outro continua. A câmera frontal segue mal posicionada, e é preciso virar de ponta-cabeça o aparelho para não obstruir acidentalmente a lente com a mão. É meio engaraçado, mas funciona, e inclusive o software da própria Xiaomi dá um alerta que você deve fazer essa "pirueta" com ele para fazer a selfie. O maior problema é que a câmera frontal tem resultados que podiam ser melhores:

Foto com lente grande-angular e com lente zoom 2x:

Além da possibilidade de aproximar objetos nas fotos, a lente adicional serve para efeitos como o desfoque do fundo, um recurso que muitos consumidores apreciam em seus aparelhos:

Autonomia

Os smartphones topo de linha normalmente não se destacam em duração de bateria, sendo que as melhores autonomias estão no segmento intermediário e intermediário/premium e seus componentes mais modestos. Porém, mesmo com uma tela ampla e um hardware potente, o Mi Mix 2S não se saiu mal, entregando um dia completo de bateria. 

A autonomia estimada de 6h34min com a tela acesa mostra que se você abusar do uso desse aparelho pode facilmente precisar recarregá-lo no meio do dia. Se você for um usuário mais ponderado deve conseguir passar o dia todo com apenas uma carga. Para os mais ávidos em redes sociais ou outras coisas em seus smartphones, algo que ajuda nesse caso é que ele conta com carregamento rápido através da tecnologia Quick Charge 3.0, e também agora traz a conveniência de funcionar com carregamento por indução.

A duração de bateria é apenas regular, como acontece em muitos aparelhos topo de linha

Adicionais

Xiaomi e MIUI são praticamente sinônimos, e o Mi Mix 2S não é exceção. O aparelho vem equipado com a customização bastante profunda da Xiaomi no sistema Android, modificando muito das interfaces e de algumas interações do sistema.

Esse tópico é polêmico, com diferentes gostos. Quem curte as interfaces e serviços da Xiaomi, ou até já está acostumado com a MIUI, não vai ver problemas no sistema do Mi Mix 2S. Já usuários de outros aparelhos, acostumados com outras interfaces, podem precisar se adapatar com as várias mudanças feitas na forma como o Android é organizado, muitas vezes puxando para um estilo mais parecido com o do iOS.

Entre os recursos mais interessantes da MIUI está a galeria de temas, que facilita ao consumidor mudar rapidamente o visual do sistema, funcões como clonar apps, tornando possível ter duas contas do Whatsapp ao mesmo tempo, por exemplo, e outras funções embarcadas como backups automatizados no servidor na nuvem da Xiaomi. Algo que ficou de fora foi o sensor de infravermelho, presente em muitos modelos da empresa e que tem a praticidade de atuar como um controle remoto para vários eletrodomésticos. Apesar de presente em vários produtos da Xiaomi, esse sensor raramente está presente em modelos de outras fabricantes.

Conclusão

Apesar de levar apenas o final "S", o Mi Mix 2S é mais do que só uma adição de hardware comparado ao Mi Mix 2. Seu design foi levemente ajustado, ganhou novos recursos como o carregamento por indução e sua câmera foi muito aprimorada, tornando esse um aparelho bem mais consistente que seu antecessor.

A câmera frontal segue com um posicionamento infeliz, mas ao menos o software está ciente disso e agora sugere ao usuário que gire o aparelho (e gira a interface para acompanhar a mudança). Só faltou que a qualidade da foto chegasse ao mesmo patamar de qualidade que outros rivais para dizermos que a Xiaomi enfim resolveu a questão. Quem sabe em um Mi Mix 3...

{notas}

Apesar de alguns detalhes, como a tela ser IPS e não ter aquela saturação de cor "de encher os olhos", ou questões como a qualidade das selfies, o Mi Mix 2s tem plenas condições de brigar com qualquer topo de linha, entregando uma experiência excelente ao usuário. Aqui entra em ação outro fator: seu preço.

Custando na casa dos R$ 2.4 mil, ele custa pouco mais que o preço cobrado nos intermediários/premium no mercado brasileiro, e briga com os modelos topo de linha do ano passado. Isso torna ele uma opção a ser cogitada se você quer importar um modelo high-end.

Infelizmente a Xiaomi não vende oficialmente esse modelo no Brasil, o que acarreta em vários inconvenientes como muita demora para a entrega do aparelho, dificuldades para obter assistência técnica e a possibilidade de taxas alfandegárias reduzirem a vantagem de custo que o aparelho tem originalmente no preço da loja. Se você não vê problema em encarar essas adversidades e curtiu esse visual do Mi Mix 2S, ele é um dos melhores modelos topo de linha hoje disponível para a compra.

Link de compra da versão com 64GB na Gearbest

Link de compra da versão com 128GB na Gearbest

Xiaomi é a marca de smartphones mais pesquisada pelos brasileiros em 2019

Xiaomi é a marca de smartphones mais pesquisada pelos brasileiros em 2019

No ranking de modelos mais procurados, a Apple foi o destaque do ano


Mi Note 10 começa a ser divulgado pela Xiaomi Brasil

Mi Note 10 começa a ser divulgado pela Xiaomi Brasil

Smartphone tem penta-câmera de 108MP como seu principal destaque


A evolução dos Snapdragon 800: conheça a plataforma topo de linha da Qualcomm! [ATUALIZADO]

A evolução dos Snapdragon 800: conheça a plataforma topo de linha da Qualcomm! [ATUALIZADO]

A linha conta com os melhores do mundo e os processadores estão nos principais aparelhos Android


Xiaomi libera download da MIUI 11 para todos Redmi Note 7 e mais dispositivos

Xiaomi libera download da MIUI 11 para todos Redmi Note 7 e mais dispositivos

Smartphones Redmi 7 e Redmi Note 5 Pro devem receber a atualização da interface em breve


RedmiBook 13 será lançado no dia 10 de dezembro e terá bordas mais finas

RedmiBook 13 será lançado no dia 10 de dezembro e terá bordas mais finas

Imagem “teaser” do novo portátil foi divulgada pela conta oficial da Redmi na rede social chinesa Weibo