Imagem chamada

Xiaomi e Huawei vão entrar no mercado de impressoras em breve [Rumor]

Segundo rumor, empresas devem lançar produtos ainda este ano trazendo preços competitivos

O mercado de impressoras não é conhecido por causa das inovações, mas duas empresas chinesas estariam prestes a entrar nesse segmento para sacudir a concorrência: Xiaomi e Huawei.

Segundo informações compartilhadas no Weibo pelo perfil @MochaRQ, que costuma vazar informações sobre a indústria chinesa, as duas empresas pretendem lançar impressoras domésticas nos próximos meses. 

08/02/2018 às 17:00
Notícia

HP adiciona assistente Alexa ao sistema de comandos de voz de...

Além da Amazon Alexa, impressoras também são compatíveis com Google Home e Microsoft Cortana

Segundo a fonte, os usuários que querem comprar uma impressora e não estão com tanta pressa podem esperar, pois os produtos da Xiaomi e da Huawei devem chegar com preço bastante competitivo.

De acordo com as informações, assim como acontece em outros setores, as companhias chinesas devem atacar com preços baixos para tentar conseguir um crescimento rápido no setor de impressoras, que é dominado por empresas como HP, Epson e Canon.

Levando em conta as tendências do mercado, também podemos esperar que as impressoras venham com funções conectadas, visando alcançar o mercado de internet das coisas.

Até o momento, a Xiaomi e a Huawei não comentaram oficialmente sobre o assunto.

Via: Gizmochina

Análise: Xiaomi Mi A2 - um celular poderoso com o Android puro e preço competitivo

Design fino e boa performance são destaques do smartphone


Huawei Mate 20 Pro aparece em novo vazamento mostrando também suas capas protetoras

Imagens renderizadas não são oficiais, mas se alinham com alguns rumores e outros vazamentos


Xiaomi confirma que Mi 8 Pro vai ser lançado mundialmente em breve

Aparelho deve chegar em mercados fora da China a partir do mês que vem


Asus ROG Phone aparece na GearBest com envio para os dias 22 e 24 de outubro

Loja chinesa lista o smartphone por R$ 5.692 e informa data de lançamento ainda não oficial


Alibaba desiste da promessa de criar 1 milhão de empregos nos Estados Unidos por causa de altas tarifas

Fundador do grupo coloca a culpa na guerra comercial entre EUA e China