Você só precisa de uma hora de treino para pilotar Flyer, o carro voador

Você só precisa de uma hora de treino para pilotar Flyer, o carro voador

Projeto foi feito pela empresa de Larry Page, do Google

A Kitty Hawk, empresa de carros voadores fundada por Larry Page, da Google, desenvolveu o modelo Flyer, um veículo para um único passageiro que é operado por joystick. O carro voador é totalmente elétrico, sendo algo entre um avião e um drone. 

Sebastian Thrun, CEO da Kitty Hawk, diz que o Flyer será um carro acessível porque para pilotá-lo o motorista deve passar por um treinamento que leva apenas uma hora.  

Se o treinamento dura uma hora, o acesso ao Flyer "vale para praticamente todo mundo", disse Thrun à CNN. Ele espera que um dia os carros voadores consigam atingir uma velocidade de 100 quilômetros por hora.

O carro voador tem uma velocidade média de 33Km/h, e poderá voar até 3 metros acima do solo. Ainda não foi divulgado quando o veículo será lançado, muito menos seu preço. 


Via: Fortune
Google compra tecnologia misteriosa de smartwatches da Fossil por US$ 40 milhões

Google compra tecnologia misteriosa de smartwatches da Fossil por US$ 40 milhões

Acordo também vai levar engenheiros da fabricante de vestíveis para trabalhar na Google


Primeiras impressões com o DJI Osmo Pocket direto de Las Vegas

Primeiras impressões com o DJI Osmo Pocket direto de Las Vegas

De Unboxing até testes práticos, testamos o novo gimbal da DJI direto dos EUA


Oppo apresenta câmera com zoom óptico 10x e scanner de impressão digital UD 15x maior

Oppo apresenta câmera com zoom óptico 10x e scanner de impressão digital UD 15x maior

Não houveram grandes demostrações, mas novas revelações chegarão no MWC 2019


Zenbook S13 e seu processo de construção no estande da Asus na CES 2019

Zenbook S13 e seu processo de construção no estande da Asus na CES 2019

Notebook ultraportátil tem bordas bastante finas, Core i7 e GPU dedicada


Previsões mostram que preços dos SSDs podem reduzir pela metade em 2019

Previsões mostram que preços dos SSDs podem reduzir pela metade em 2019

fabricantes já estão reduzindo os seus investimentos no setor de semicondutores