Microsoft compra a GitHub por US$ 7,5 bilhões

Microsoft compra a GitHub por US$ 7,5 bilhões

Empresa é o maior repositório de códigos da internet

Após uma enxurrada de rumores, a Microsoft anunciou oficialmente a compra da empresa GitHub por US$ 7,5 bilhões. Para quem não conhece, a companhia é responsável pelo maior banco de códigos da internet e hospeda mais de 80 milhões de repositórios, sendo ferramenta essencial para desenvolvedores.

A compra está preocupando muitos usuários, mas a Microsoft promete que vai continuar mantendo a plataforma aberta e, com a aquisição, pretende aumentar o alcance do serviço.

"A Microsoft é uma companhia voltada ao desenvolvedor e, ao unir forças com o GitHub, nós fortalecemos nosso comprometimento com a liberdade do desenvolvedor, abertura e inovação"
-Satya Nadella, CEO da Microsoft

A principal alteração feita com a aquisição é na parte executiva: Chris Wanstrath, atual CEO da GitHub, será substituido no comando da empresa por Nat Friedman, da Microsoft.

O GitHub não andava muito bem financeiramente e a venda para a Microsoft teria sido a solução encontrada para a companhia não abrir seu capital. Segundo a Bloomberg, a equipe da GitHub deu um voto de confiança para a dona do Windows por causa do posicionamento do CEO Satya Nadella, que tem dado mais suporte para código-aberto nos últimos anos.

Desenvolvedores preocupados

A aquisição do GitHub acabou levantando dúvidas nos usuários da plataforma e a concorrência já está se movimentando. A GitLab, principal rival da GitHub, começou a campanha #movingtogitlab para divulgar a sua ferramenta de exportação e tentar atrair desenvolvedores.

Ontem, quando a venda da GitHub ainda era um rumor, a GitLab teve um crescimento diário de 10 vezes no número de repositórios, segundo um gráfico divulgado no Twitter.

Para aproveitar a onda de crescimento, a GitLab também está oferecendo 75% de desconto nas assinaturas anuais pagas para usuários que estiverem chegando agora na plataforma.

Agora, resta esperar para ver qual será o futuro da GitHub nas mãos da Microsoft.

Via: Bloomberg, The Verge
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Redmi explica a diferença entre o consumo de bateria do 5G e do 4G

Redmi explica a diferença entre o consumo de bateria do 5G e do 4G

Gerente geral da Redmi, Lu Weibing, disse que baterias precisam ser 20% maiores para compensar isso


Correios suspende entregas em SC por sete dias devido ao Coronavírus [+UPDATE]

Correios suspende entregas em SC por sete dias devido ao Coronavírus [+UPDATE]

Estado está em situação de emergência por causa da doença COVID-19


Instituto TIM oferece cursos grátis relacionados a empreendedorismo e games

Instituto TIM oferece cursos grátis relacionados a empreendedorismo e games

Qualquer pessoa pode entrar no site e realizar os cursos pela internet


Uso do forno micro-ondas pode atrapalhar sinal do Wi-Fi na sua casa

Uso do forno micro-ondas pode atrapalhar sinal do Wi-Fi na sua casa

Pesquisa realizada pela Ofcom mostra interferência de eletrodomésticos na sua internet


Microsoft interromperá as atualizações opcionais do Windows 10 em maio

Microsoft interromperá as atualizações opcionais do Windows 10 em maio

Mudança será implementada por causa do surto de Coronavírus (COVID-19)