Imagem chamada

Sony apresenta novas caixas de som Bluetooth com foco na resistência e duração de bateria

Os produtos chegam ao Brasil no mês que vem

Durante uma coletiva de imprensa hoje, a Sony apresentou ao mercado brasileiro as caixas de som sem fio sem fio SRS-XB41SRS-XB31 e SRS-XB21, que trazem longa duração de bateriadesign compacto e resistência.

As caixas de som contam com modelos em diferentes cores e com as tecnologias exclusivas Extra Bass, Wireless Party Chain e Party Booster, que aprimoram o som e permitem fazer personalizações nas luzes coloridas do corpo do produto.

Além disso, todas contam com certificação IPX67, que garantem proteção contra água, poeira e até lama. Com isso, as caixas de som podem ser usadas em festas na praia, por exemplo, sem o usuário ter receio de estragar o dispositivo.

Os modelos XB31 e XB41 contam com até 24 horas de bateria e uma saída Power USB, que permite utilizar a caixa de som para recarregar aparelhos como smartphones e tablets.

Já a caixa de som SRS-XB21 traz autonomia de até 12 horas e deve chegar com um preço mais modesto. Assim como os outros modelos, o produto usa a conexão Bluetooth com NFC.

As caixas de som Bluetooth SRS-XB41 e SRS-XB31 chegam ao mercado em junho, enquanto o modelo SRS-XB21 deve começar a ser vendido em julho. Mais informações estarão disponíveis no site da Sony.

Fonte: Sony

Yuneec apresenta drone portátil Mantis Q com suporte a comandos de voz

Gadget chega para concorrer com DJI Mavic Air trazendo autonomia de voo de até 33 minutos


DJI remarca seu próximo evento de anúncio para o dia 23 de agosto em NY

Com o slogan "See the Bigger Picture", companhia deve lançar Mavic 2 Pro e Mavic 2 Zoom


Creative anuncia Outlier One Plus, novos fones de ouvido sem fio com player integrado

Fones também se conectam ao celular via Bluetooth para streaming de música


Vendas de dispositivos móveis da Sony não param de cair

Apenas 2 milhões de Xperia foram vendidos em julho de 2018


Logitech adquire Blue Microphones, fabricante de microfones profissionais

Acordo de compra foi fechado em US$ 117 milhões