Imagem chamada

Kaspersky muda de sede para evitar acusações de espionagem e ligação com governo russo

Empresa vai levar todas as suas operação para a Suíça

A Kaspersky Lab, uma das mais conhecidas empresas de segurança digital, está mudando sua sede da Rússia para a Suíça. A decisão vem após os produtos da companhia serem banidos dos órgãos públicos dos Estados Unidos por causa de acusações de espionagem e envolvimento com o governo russo no ano passado.

Com a mudança, a empresa vai deixar a Rússia e passará a ter sede em Zurique, com todas as suas operações movidas para a cidade. Os servidores da empresa que guardam dados de usuários da Europa, Américas países da Ásia também serão movidos para a Suíça. O objetivo da companhia é concluir a mudança até o final de 2018.

Além de mudar sua sede para evitar relações com o governo russo, a empresa também vai começar um programa de transparência. A iniciativa, que também ocorrerá na Suíça, vai abrir o código fonte dos serviços e programas de nuvem da Kaspersky e contará com analistas independentes para verificar a segurança dos produtos da empresa.

O banimento da Kaspersky dos Estados Unidos ocorreu no final do ano passado, após diversas acusações de que a empresa estaria envolvida em um esquema de espionagem junto com o governo dos Estados Unidos.

Mesmo com poucas evidências comprovando as acusações, a imagem da empresa foi abalada e vários clientes acabaram deixando de usar os produtos da companhia. As mudanças de agora tem como principal objetivo ganhar a confiança do mercado novamente, como explica o executivo Anton Shingarev.

“As acusações que enfrentamos estão erradas e não há provas. Ainda assim, as alegações continuam aí. Precisamos mostrar aos clientes que estamos levando-os a sério e vamos resolver isso”
- Anton Shingarev, vice-presidente de assuntos públicos da Kaspersky Labs.

Via: WccFTech