Imagem chamada

Novo Gmail começa a receber suporte nativo para uso offline

Novidade já está sendo liberada para usuários comuns

Além de ter recebido um novo design recentemente, uma funcionalidade bastante útil está começando a chegar no Gmail: um modo offline nativo. A Google começou a liberar a funcionalidade que permite utilizar a versão de desktop do serviço de e-mails mesmo quando a conexão de internet é inexistente.

Neste caso, o usuário pode ler, visualizar anexos e escrever e-mails sem conexão, e tudo é computado após o serviço acessar a internet novamente. Enquanto isso não acontece, as ações ficam salvas no próprio Gmail e utilizando armazenamento local do computador.

O modo nativo offline do Gmail já está sendo disponibilizado para contas de usuários comuns. A novidade começou a ser disponibilizada primeiro apenas para quem possui o Google Chrome a partir da versão 61, mas outros navegadores já estão recebendo a ferramenta.

Assim como Gmail, Google Drive recebe novo design na versão web

Se você preenche os requisitos e já foi contemplado com a novidade, é possível ativar o modo offline indo no ícone de engrenagem, em "Configurações" e na aba Off-line, como mostrado acima. Em seguida, basta selecionar a opção "Ativar modo offline" e escolher as opções de armazenamento local.

Via: Engadget

Google deve deixar de ganhar pelo menos US$ 50 milhões com Fortnite fora da Google Play

Epic Games decidiu não colocar seu popular Battle Royale na loja da Google


Google Phone recebe nova atualização com Material Design 2, renovando seu visual

App de chamadas do Android agora tem mais espaços em branco e uma tela mais limpa


Wikileaks é intimado através do Twitter pelo partido Democrata dos EUA

Juiz norte-americano aprova ação e considera intimação pela rede social legítima


Google Pixel 3 XL aparece em vídeo com tela de 6,7 polegadas [Rumor]

Produto também teria bateria de 3.430mAh, acima da média do mercado


Fabricante chinesa Vivo promete atualizar seus celulares pro Android 9 Pie até o fim de 2018

A especulação é que os primeiros aparelhos a receberem a novidade serão o Vivo X21 e o Vivo Nex S