Salão do automóvel de Pequim é dominado por carros elétricos

Salão do automóvel de Pequim é dominado por carros elétricos

Destaque é o Byton, carro equipado com tela de 49 polegadas

Enquanto o Brasil ainda é movido por combustíveis fósseis, a China dá passos largos para ter cada vez mais carros elétricos. Durante o Salão do Automóvel de Pequim, que está rolando no país, isso ficou ainda mais claro, com veículos de energia limpa chamando a atenção.

O principal destaque da feita é um conceito da startup Byton, criada por ex-funcionários da BMW: o carro elétrico possui uma tela de 49 polegadas no lugar do painel.


Além do display principal, o Byton também possui mais uma tela de 8 polegadas no centro do voltante para indicar informações importantes ao mototista e mais monitores de entretenimento espalhados na parte traseira.

Feito para conquistar as gerações mais novas, o veículo também conta com controles e gestos por voz, além de um design bastante arrojado.


Como autonomia também é importante, a Byton disse que seu carro é capaz de fazer até 500km longe da tomada. Durante o evento, a fabricante disse que o conceito está quase virando realidade, ou seja, possivelmente veremos mais novidades sobre o veículo em breve.

Mais carros elétricos

Além da startup Byton, grandes empresas também marcaram presença com seus veículos movidos por energia elétrica, visando crescer no mercado chinês. A Nissan levou ao salão de Pequim o Sylphy ZE, que é uma versão elétrica do Sentra.


O carro da Nissan que é 100% elétrico (ZE significa Zero Emissão) não teve suas especificações de autonomia reveladas durante o evento, mas traz uma estrutura interna similar ao famoso Leaf, ou seja, podemos esperar um desempenho parecido.

Como o Sentra já é vendido pela Nissan em diversos mercados, existe grande possibilidade do Sylphy acabar sendo exclusivo do mercado chinês, segundo aponta o CNET.

A Volkswagen também participou do evento junto com a fabricante Jac, que lançou o Sol E20X, uma versão elétrica do SUV T40 que possui autonomia de 300km por carga.


A parte mais interessante deste veículo é que ele pode acabar sendo lançado no Brasil. Falando ao Auto Esporte, o representante da Jac, Sergio Habib, disse que algumas unidades do carro elétrico chegarão em testes por aqui e devem custar R$ 130 mil.


Quando isso vai acontecer, porém, ainda é um mistério. O foco da Jac, bem como de outras fabricantes, ainda é o mercado chinês e seus benefícios para os veículos elétricos. O governo da China conta com diversos incentivos fiscais para adotar os carros de energia limpa, visando diminuir a poluição em grandes cidades.

Apesar do Brasil ainda não ser o país dos carros elétricos, podemos esperar um crescimento da área por aqui no futuro.

Via: Auto Esporte
Black Friday registra aumento de 40% no faturamento de e-commerce

Black Friday registra aumento de 40% no faturamento de e-commerce

Pesquisa do UOL DIVEO analisou dados de desempenho e faturamento de 20 varejistas online


Hyundai faz investimento de U$52 bilhões em carros elétricos e voadores

Hyundai faz investimento de U$52 bilhões em carros elétricos e voadores

Empresa quer chegar na frente das concorrentes e se tornar pioneira na fabricação até 2025


Western Digital lança soluções de armazenamento de alto nível para ambiente NAS

Western Digital lança soluções de armazenamento de alto nível para ambiente NAS

Novos produtos da linha WD Red prometem aperfeiçoamento de performance e durabilidade


Snoppa Vmate filma em 4K e é mais um concorrente para o DJI Osmo Pocket

Snoppa Vmate filma em 4K e é mais um concorrente para o DJI Osmo Pocket

Gadget pesa 118 gramas e também cabe na palma da mão


Qualcomm e Xiaomi revelam que Mi 10 virá com processador Snapdragon 865

Qualcomm e Xiaomi revelam que Mi 10 virá com processador Snapdragon 865

Smartphone chega no primeiro trimestre de 2020