Status de HIV de usuários do app de relacionamento Grindr foram cedidos a empresas

Status de HIV de usuários do app de relacionamento Grindr foram cedidos a empresas

Companhias também tiveram acesso a dados de GPS, telefone e e-mail

O aplicativo de relacionamentos Grindr, voltado para homens gays e bissexuais, compartilhou os dados de seus usuários com outras empresas. Isso inclui até mesmo informações mais sensíveis, como o status de HIV e os dados de GPS das pessoas.

Depois dos fatos serem descobertos pela ONG norueguesa Sintef e publicados pelo site Axios, o Grindr confirmou o compartilhamento com as empresas Apptimize e Localytics. Eles se defenderam dizendo que isso é "uma prática comum na indústria".

"Qualquer informação que fornecemos a nossos parceiros de software, inclusive o status de HIV, é criptografada, e em nenhum momento compartilhamos dados sensíveis como o status de HIV com anunciantes"

- Comunicado oficial do Grindr

O problema é que um dos cientistas da Sintef conseguiu quebrar essa criptografia usando apenas um computador, um programa e dois celulares.

Não se sabe se usuários brasileiros do app também tiveram seus dados compartilhados com estas ou outras empresas. De qualquer maneira, os desenvolvedores do Grindr anunciaram ter parado de compartilhar estes dados com as companhias.

Via: BBC Fonte: Axios
User img

Carlos Felipe

Apaixonado por games desde os 6 anos de idade, quando ganhou um Playstation, época em que também se divertia com o Super Nintendo dos outros. Em 2005 migrou parao PC, e aí começou a se interessar por tecnologia também. Apesar disso, nunca conseguiu largar a preferência por jogos de corrida e de esporte, principalmente os de futebol. Estuda jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina.

Testamos o ROG Phone 3!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.