Co-criador do WhatsApp pede para usuários deletarem o Facebook

Co-criador do WhatsApp pede para usuários deletarem o Facebook

O ex-funcionário do Facebook se uniu à campanha contra a rede social

O WhatsApp está no portfólio de serviços do Facebook desde 2014, mas isso não impediu Brian Acton, co-criador do app de mensagens, de dar uma cutucada na rede social de Mark Zuckerberg em meio ao seu mais recente apocalipse.

No Twitter, Acton sugeriu que as pessoas devem deletar o Facebook. Em uma mensagem bem simples e direta, o desenvolvedor escreveu "Chegou a hora", junto com a hashtag #DeleteFacebook.


Devido a um escândalo envolvendo apropriação de dados, as ações do Facebook estão caindo drasticamente e a rede social está sendo alvo de protestos, como a campanha #DeleteFacebook.  Até o momento, o WhatsApp e Facebook não deram declarações oficiais sobre a publicação no Twitter. Acton também não falou mais sobre o assunto.

Hoje pela manhã, um perfil falso simulando a conta do ex-funcionário do Facebook se aproveitou da situação para aplicar um golpe online envolvendo doação de criptomoedas. Caso você veja algum perfil no Twitter com foto e nome de alguma personalidade famosa pedindo quantias em Ethereum ou outras moedas digitais, sempre desconfie.

Com a venda do WhatsApp em 2014 por US$ 19 bilhões, Acton começou a trabalhar para a o Facebook, mas deixou a rede social no ano passado para começar seu próprio negócio e fazer novos investimentos, como no app Signal, um mensageiro com criptografia ponta-a-ponta. Atualmente, o desenvolvedor possui uma fortuna de US$ 6,5 bilhões.

Via: The Verge
User img

Mateus Mognon

Mateus Mognon é formado em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina. Vencedor do prêmio SET Universitário na Categoria Reportagem Digital, atua nos sites do grupo Adrenaline desde 2014. Atualmente, colabora para os veículos com notícias, análises e artigos envolvendo tecnologia e games.

Semana BLACK FRIDAY: 7 DICAS para COMPRAR MUITO BARATO na INTERNET!

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.