Carro autônomo da Uber mata mulher durante testes nos Estados Unidos (+UPDATE)

Carro autônomo da Uber mata mulher durante testes nos Estados Unidos (+UPDATE)

Empresa suspendeu os testes com seus veículos autônomos

UPDATE: A análise preliminar da polícia sobre o caso aponta que o sistema autônomo do carro e seu motorista de backup serão inocentados. Segundo a chefe de polícia Sylvia Moir informou ao San Francisco Chronicle:

"Está muito claro que teria sido difícil evitar essa colisão em qualquer modo (autônomo ou dirigido pela pessoa) baseado na maneira que ela saiu das sombras direto pra rua (...) Eu suspeito preliminarmente que parece que a Uber provavelmente não teve culpa neste acidente."

A polícia não divulgou o vídeo do acidente e ainda segue investigando, mas as primeiras declarações sobre o assunto mostram que o acidente provavelmente foi uma fatalidade e que a Uber e seu motorista não deverão ser responsabilizados.

____________________________________________________________________________

ORIGINAL: Um veículo autônomo da Uber causou um acidente e matou uma mulher durante testes em Tempe, cidade do Arizona, nos Estados Unidos. Elaine Herzberg, de 49 anos, foi atingida pelo carro e chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Segundo a polícia local, o acidente ocorreu durante a noite de domingo e o veículo autônomo de testes, um Volvo XC90, estava com um motorista no momento, mas operava no modo auto-guiado. As investigações preliminares indicam que a vítima estava atravessando fora da faixa de pedestres quando foi atingida pelo veículo.

Os principais órgãos de trânsito dos Estados Unidos estão investigando o acidente para tomar medidas em relação ao acontecimento. Além da Uber, a Volvo, fabricante do veículo envolvido na batida, também está colaborando com o andamento do caso. 


O CEO da Uber,  Dara Khosrowshahi, publicou mensagem de apoio voltadas à família da vítima e disse que a empresa está colaborando com as investigações do acidente. Além disso, a companhia também suspendeu todos os testes envolvendo carros autônomos nos Estados Unidos e Canadá.

Os testes com carros autônomos da Uber tiveram início no começo de 2017. Acidentes como tombamentos e colisões envolvendo os veículos já foram registrados, mas esta é a primeira vez que a tecnologia da empresa acaba fazendo uma vítima fatal.


Em 2016, um motorista de um Tesla Model S morreu quando estava com o piloto semi-automático ligado, o que levantou discussões sobre a tecnologia na época. Certamente o caso envolvendo a Uber também deve gerar debates sobre o futuro e a segurança dos veículos autônomos.

Via: The Verge

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Tinder trabalha em botão para ser usado em situações de emergência

Tinder trabalha em botão para ser usado em situações de emergência

Botão pode enviar serviços de emergência direto para sua localização


Toyota faz investimento milionário em empresa de táxi aéreo Joby

Toyota faz investimento milionário em empresa de táxi aéreo Joby

Foram investidos U$394 milhões para garantir a fabricação de táxis aéreos elétricos


Microsoft expõe registros de suporte de 250 milhões de clientes por acidente

Microsoft expõe registros de suporte de 250 milhões de clientes por acidente

Erros de base de dados deixaram dados expostos a qualquer um com um navegador


Em teste, Uber deixa motoristas da Califórnia definirem os preços de corrida

Em teste, Uber deixa motoristas da Califórnia definirem os preços de corrida

Os valores podem ser até 5x maior que o sugerido pelo app


Hacker divulga senhas de mais de 500.000 servidores, roteadores e dispositivos IoT

Hacker divulga senhas de mais de 500.000 servidores, roteadores e dispositivos IoT

Todas as listas que o hacker vazou são datadas de outubro a novembro de 2019