Imagem chamada

Amazon, Boeing e Google vão financiar rede privada de tráfego de drones

Sistema vai rastrear e coordenar drones que voam mais baixo

A indústria de drones comerciais pretende criar uma rede de controle de tráfego aérea financiada e operada de forma privada, isso é, separada do sistema de controle federal atual. O objetivo é que sejam permitidos voos em baixas altitudes, de diversos tipos de operações. 

06/02/2018 às 17:52
Notícia

Empresa chinesa cria drone autônomo que pode levar um passageiro

Apenas indique seu destino e espere o drone decolar e pousar sozinho


A proposta foi explicada durante a conferência FAA Symposium em Baltimore, e empresas como Amazon, Boeing, GE e Google anunciaram seu apoio ao financiamento. As companhias vão criar juntas o sistema Unmanned Traffic Management (UTM) para drones nos próximos três meses. O projeto também vai contar com apoio da NASA para testar e supervisionar a nova rede.

O sistema vai permitir que diversos drones que voam em altitudes mais baixas sejam identificados por meio de aplicativos mobile ou de web para traçar rotas, evitar colisões e serem controlados e rastreados remotamente. A nova rede de controle será desenvolvida separadamente dos radares terrestres existentes e dos controladores de tráfego aéreo da FAA.


Via: Drone DJI

Começa a produção do A12, novo processador da Apple para seus próximos iPhone

SoC deve aparecer em nos iPhone 9, iPhone Xs e iPhone Xs Plus - nomes ainda não oficiais


Samsung anuncia três novos projetos da C-Lab, incluindo óculos para deficientes visuais

Produtos serão mostrados na CES 2018 semana que vem!


Smartphone holográfico da RED será compatível com câmera 3D 8K

O smartphone Hydrogen One é capaz de exibir hologramas, segundo fabricante


DJI anuncia o sistema de rastreamento de drones AeroScope


Spotify lança novo sistema para usuários gratuitos na plataforma

Com novo design, app traz benefícios para quem não é assinante