Imagem chamada

CNH digital passará a ser emitida em fevereiro de 2018

O documento terá o mesmo valor jurídico que o impresso e será criptografado

Aprovada em julho do ano passado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), a Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e) passará a ser emitida em todos os estados brasileiros a partir de fevereiro deste ano. 

O documento digital será acessado via smartphone, disponível para Android e iOS e terá o mesmo valor jurídico do impresso. Para manter a segurança e evitar problemas de cópias digitais, o documento será criptografado. 

Site da CNH Digital

A CNH como conhecemos continuará sendo impressa normalmente. Já a obtenção da CNH-e não será automática, é necessário fazer a requisição. A princípio, só poderá requisitar a Carteira de Motorista Eletrônica aquele que tiver a CNH impressa com QR Code, modelo emitido desde maio de 2017. Os demais condutores só poderão ter acesso a este modelo quando fizerem a renovação. 

Além disso, cada motorista que pedir o novo registro terá que fazer um cadastro no portal de serviços do Denatran, que será ativado através de um link enviado ao e-mail cadastrado pelo usuário. Cada usuário do novo aplicativo terá um nome de cadastro e uma senha.