Google Maps vai mostrar fila e tempo de espera em restaurantes

Google Maps vai mostrar fila e tempo de espera em restaurantes

O Google acaba de anunciar mais uma pequena, mas útil novidade para o Google Maps: a plataforma vai exibir o tempo de espera e tamanho da fila em restaurantes.

Assim como acontece em congestionamentos, o Google Maps vai mostrar um infográfico com uma estimativa de tempo de espera e quais são os dias e horários em que o restaurante está mais movimentado.

O recurso, que começará a ser disponibilizado em breve, poderá ser acessado na página do estabelecimento no Google Maps e também será integrada na busca direta do Google.

Para utilizá-lo só será necessário pesquisar o nome do restaurante e abrir a seção com os "horários de pico", que mostrará a espera estimada naquele momento e uma média em outros horários, baseado em dados coletados ao longo do tempo.

Como já foi dito, o Google disse que a novidade deve chegar em breve, logo, possivelmente poderemos acompanhar a fila de restaurantes pela internet em pouco tempo.

Relógio Inteligente Galaxy Watch Active2 é lançado por R$ 2 mil no Brasil

Relógio Inteligente Galaxy Watch Active2 é lançado por R$ 2 mil no Brasil

Variantes disponíveis incluem modelos de 40mm e 44mm de alumínio ou aço inoxidável


YouTube vai parar de mostrar o número exato de inscritos em Setembro

YouTube vai parar de mostrar o número exato de inscritos em Setembro

O objetivo é diminuir a pressão que sofrem os criadores


8K Association divulga especificações-chave para TVs com resolução 8K

8K Association divulga especificações-chave para TVs com resolução 8K

Detalhes incluem valores mínimos para resolução, taxa de quadros e brilho


Cientistas do MIT criam primeira CPU com nanotubos de carbono

Cientistas do MIT criam primeira CPU com nanotubos de carbono

Apesar de ser apenas um teste de conceito, essa já é considerada uma potencial alternativa ao silício


Novo update do Windows corrige 6 erros da atualização de maio de 2019

Novo update do Windows corrige 6 erros da atualização de maio de 2019

Problemas no Windows Sandbox, no Visual Basic e no Remote Desktop foram corrigidos