Várias placas-mães da MSI recebem BIOS especiais para minerar criptomoedas

Várias placas-mães da MSI recebem BIOS especiais para minerar criptomoedas

A MSI fez uma série de testes nos seus produtos e criou uma série de atualizações de BIOS para suas placas-mãe que têm como objetivo otimizar a mineração de criptomoedas.  

O interesse em utilizar os modelos da companhia com chipset de série 100 veio depois que a Intel acabou descontinuando placas-mãe das séries H81 e B85. Isso resultou numa falta de modelos para mineração no mercado.

Por causa disso, muitos usuários resolveram utilizar as placas Z170 e Z270 da MSI e colocar 6 placas de vídeo da AMD nelas. O problema é que, muitas vezes, 3 ou 4 dessas GPUs não eram reconhecidas adequadamente pelo gerenciador de dispositivos do sistema operacional. Portanto, elas acabavam não funcionando de maneira correta durante mineração.

É aí que entram as novas BIOS E7A71IMS.120 da MSI, que trazem como principal novidade melhorias no reconhecimento de dispositivos com interface PCIe. Foi adicionada, por exemplo, uma opção "above 4G decoding", que faz com que a placa-mãe consiga alocar recursos de maneira eficiente para 6 GPUs.

A empresa verificou que os seguintes modelos são apropriados para a tarefa: Z170-A Pro, Z170A SLI Plus, Z170 Krait Gaming, Z170A Krait Gaming, Z170A Krait Gaming 3X, Z270-A Pro e H270-A Pro.

Você encontra as novas BIOS no site oficial da MSI.

O que você achou deste conteúdo? Deixe seu comentário abaixo e interaja com nossa equipe. Caso queira sugerir alguma pauta, entre em contato através deste formulário.

Primeiros computadores com conexão USB 4.0 devem chegar ainda neste ano

Primeiros computadores com conexão USB 4.0 devem chegar ainda neste ano

Tecnologia chegará junto com as placas-mãe com chipsets AMD de série 600


TUTORIAL: Guia geral de como trocar o HDD por um SSD no notebook

TUTORIAL: Guia geral de como trocar o HDD por um SSD no notebook

Entenda como o drive de armazenamento se encaixa no notebook e aprenda a trocar!


Pesquisa diz que 66% dos caixas eletrônicos de Bitcoin estão nos EUA

Pesquisa diz que 66% dos caixas eletrônicos de Bitcoin estão nos EUA

Como seria de se esperar, crescimento é impulsionado por "millenials"


Intel anuncia padrão Thunderbolt 4 com a mesma velocidade do Thunderbolt 3

Intel anuncia padrão Thunderbolt 4 com a mesma velocidade do Thunderbolt 3

Nova versão da interface chegará junto com a família Tiger Lake de processadores


Extensão do Google Chrome roubou mais de US$ 16 mil em criptomoedas

Extensão do Google Chrome roubou mais de US$ 16 mil em criptomoedas

A extensão chamada “Ledger Secure” afirmava servir como uma certeira de criptomoedas dentro do navegador.